30 de jun de 2012

FIDELIDADE

“O tempo em que Ele, Jesus, vier, em toda a sua glória, “julgar os vivos e os mortos”’ (2Tm 4,1)
Imagino-me no monte Tabor, na Galiléia, onde Jesus começou sua missão e agora a entrega a mim e a todos de boa vontade, dizendo: “Ide e ensinai...”.
Vou, nas asas da fé, ao cume do monte das Oliveiras, na Judéia, em frente de Jerusalém, de onde o Senhor Jesus se eleva aos céus. Na encosta, fica o Horto das Oliveiras, por onde Ele passou espantosa agonia.
Petição: diante do meu Senhor, peço a graça de fidelidade e confiança radicais para, em Seu nome e na promessa de sua presença, dar continuidade ao anúncio da Boa Nova.
O último recado do Senhor Jesus: “Vão a Jerusalém e esperem pelo Espírito Santo”.
Ele subiu a Jerusalém, a fim de padecer e ser crucificado. Agora, sua subida será a ascensão, no monte das Oliveiras. Estou lá para observar muito atentamente: olhos, ouvidos atentos, no mistério da pessoa de Jesus. Vejo-o grave, admitindo que lhe fora dada plena autoridade para enviar seus discípulos a fazer discípulos entre os povos todos. Ouço palavras do solene envio: “Ide... Batizai... Ensinai... Ficarei convosco até o fim do mundo”.
Procuro descobrir o que diz este envio para mim hoje. Rezo. Peço que o Seu Espírito me convença de que isto é possível, pois o Senhor o quer, na força do Espírito Santo que virá e que vem sempre de novo. Devo pedir. Ouço as palavras: “Sereis minhas testemunhas em Jerusalém, na Samaria e até os confins do mundo”.
Meditação:
Sou missionário de dimensão universal. Como vivo como evangelizador(a)?
Apresento ao Senhor os missionários, homens e mulheres. Deixando pátria e cômodos, partiram para outras terras e alcançaram os confins do mundo.
Havia problemas para os primeiros cristãos, como a divergência entre uns e outros a propósito da distribuição dos alimentos às viúvas (At 6,1); as doações interesseiras e exibicionistas (At 5,1-11); a falência do modelo prático adotado (1Cor 16,1-4; Rm 15,26-28). Contudo, essa vida de ressuscitados permanece um desafio à consciência de toda a civilização humana, fonte de inspiração e conversão incessantes na história da cristandade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário