31 de jan de 2012

ESCRITURAS

A família vai viajar para a Suíça por três dias. Eles gastam meses planejando as férias e, quando chegam, perdem a maior parte do tempo planejando a viagem de volta. Quando estão na Suíça, em vez de aproveitar aquele cenário deslumbrante, EME vez de respirar a atmosfera, ocupam-se em tirar fotografias para mostrar aos amigos. Fotografias de lugares que nunca estiveram. Estiveram fisicamente, mas nãos estavam lá, estavam em outro lugar. Férias irreais, vida irreal! Vivemos numa cultura futura. A cultura do amanhã. Amanhã, serei feliz; amanhã, viverei. Assim que eu chegar ao ginásio, vou viver; quando estiver na universidade você dirá: “Quando me casa, viverei”. Depois que você estiver casado: ”Bem, quando as crianças crescerem, vou viver”. Quando as crianças estiverem grandes, você não vai saber o que significa viver! E muito provavelmente vai morrer sem ter vivido.

30 de jan de 2012

ESCRITURAS

uma segunda coisa de que você precisa para estar vivo: estar agora. Que significa isso? Significa, em primeiro lugar, entender algo que pouquíssimas pessoas entendem. Que o passado ou no futuro é estar morto. Sei que há coisas maravilhosas do passado, que podemos aprender lições com ele, que o passado nos influenciou e nos modelou etc. Ótimo! Mas ele não é real! Nós devemos planejar o futuro. De fato, se vocês não tivessem planejado o futuro, é pouco provável que me estivessem escutando agora. Mas o futuro não é real, é uma noção na nossa cabeça. E enquanto você viver no futuro ou no passado, não estar agora, não estará aqui.

15 de jan de 2012

ESCRITURAS

Lembro-me de um brilhante jovem rabi, que sucedeu seu igualmente brilhante pai, também rabi. As pessoas então lhe disseram: “Rabi, você é completamente diferente de seu pai!” E o jovem riu: “Eu sou exatamente igual ao meu pai! Meu pai não imitava ninguém e eu não imito ninguém. Ele não era uma cópia em carbono, nem eu”. Isso é o que significa estar vivo, ser único. Desprender-se das vozes e do controle remoto. E você vai conseguir isso através da observação.

PENSAMENTOS QUE ALIMENTAM

Nós crescemos devido à alimentação de nossa mãe. O que cada pessoa é vem de tudo o que ela ingerir, e o mais importante são os alimentos. Fisicamente só vivemos porque comemos. Nós somos o que comemos. Quando passarmos para o outro mundo nosso corpo volta ao pó, que é o lugar onde as sementes crescem e, novamente, produzem comida para as novas gerações sobreviverem. É muito interessante meditar sobre o fato que nascemos e existimos à partir dos alimentos.
Para continuar a ler clique abaixo

14 de jan de 2012

ESCRITURAS

Esse é o grande bloqueio: falta de tempo! Todo mundo me diz que não tem tempo. “Onde vou achar tempo para fazer isso?” Bem, em que vocês estão gastando o seu tempo? Mantendo a essa existência mecânica? Isso lembra  o ladrão que diz a um homem: “O dinheiro ou a vida!” Se vocês acham isso engraçado, pensem nas pessoas que dizem: “É melhor me tirarem a vida, porque preciso de tempo para manter a minha vida diariamente”. Seria cômico se não fosse trágico.

13 de jan de 2012

ESCRITURAS

Conheço um paralítico extraordinário. Ele me disse: “Sabe, padre, eu comecei a viver realmente depois que fiquei paralítico. Pela primeira vez na vida, tive tempo de olhar para mim mesmo, ver minha vida, minhas reações e pensamentos. A minha vida ficou muito mais profunda, rica e muito mais atraente do que antes”. Não é notável que um paralítico tenha encontrado a vida e que tantas pessoas andando livremente de um lado para o outro não o achem, porque estão paralisadas por dentro?
 

12 de jan de 2012

ESCRITURAS

O exercício é o seguinte: pensa num acontecimento do passado recente. Algo que tenha acontecido ontem, ou na semana passada. Não evite recordar um acontecimento desagradável. Se for desagradável, é até melhor. Vocês devem observar sua reação às lembranças. Como você está reagindo emocionalmente? Qual o tipo de convicções e atitudes que você têm em relação a esse acontecimento? Observe apenas isso e se pergunte a que voz você responde. Tenha a coragem de perguntar: “Esta não será a reação de outra pessoa reagindo a mim? Alguém do passado que estou carregando?” Esse exercício dura poucos segundos, um minuto no máximo. Se você quiser alcançar todos os seus efeitos, terá de demorar mais, e observar vários acontecimentos do dia. Olhe para as suas reações. Olhe, não julgue, não condene, não aprove, seja um observador imparcial. Olhe! Você nem precisa fazer as perguntas que sugeri. Se isso o distrai, não pergunte. Só olhe. O mecanismo desaparecerá, a vida começará a entrar, e você notará a mudança.
 

11 de jan de 2012

ESCRITURAS

“Se vocês quiserem ser discípulos, têm de odiar pai e mãe!” As pessoas ficam escandalizadas com Jesus. Que significa isso? Certamente, Jesus não quis dizer que devemos odiar nossos pais. Coitados! Devemos amá-los como amamos todos os seres humanos. O pai e a mãe dos quais Jesus fala são o Pai e a Mãe que carregamos na mente e que nos controlam. Aquelas vozes! Disso é que temos de nos desprender, nos desgarrar. Quando desistirmos de existir mecanicamente, deixaremos de ser marionetes. Como poderemos ter uma vida espiritual se não estamos vivos? Como ser discípulos de Jesus, se somos mecânicos, marionetes?


10 de jan de 2012

ESCRITURAS

Disse  Einstein ser mais fácil desintegrar o átomo que o preconceito. As pessoas não são elas mesmas, de maneira alguma, são controladas. Qual o resultado disso? Viram marionetes, têm comportamento, sentimentos e atitudes mecânicos. Não têm sentimentos vivos, nem comportamento vivo, e não sabem disso. Então respondendo a vozes de pessoas do passado, de experiências do passado. Tiveram algumas experiências que as afetaram, que as controlaram, e por causa disso não são livres, não estão vivas. Eis o maior obstáculo à vida espiritual.