21 de jun de 2012

IRMÃOS

“Posso mostrar com obras a minha fé!” (Tg 2,18).
Peço que o Espírito alimente a minha fé, a fé de que, na força do Ressuscitado, poderei viver como pessoa ressuscitada, abrasada de amor da sua divindade. O amor vence. Aproveito para pedir a libertação do medo que paralisa e para me tornar discípulo(a) missionário(a), portador(a) de paz, justiça e alegria...
“Cristo nosso Senhor lhes apareceu no caminho, dizendo-lhes: “Alegrem-se! Elas se prostraram a seus pés, com acatamento e reverência, e o adoraram!”.
Com elas, também, sigo adiante, recordando a canção: “Caminheiro, você sabe, não existe caminho... Passo a passo, pouco a pouco e o caminho se faz!”.
Jesus é o Caminho! E ele vem ao meu encontro também. Como elas, eu me prostro e adoro. Deixo soar em mim a sua voz bondosa e firme: “Alegrem-se!”.
“Jesus diz: “Não tenham medo! Vão dizer a meus irmãos que sigam à Galiléia. Lá me verão. ””
A presença viva, palpável do Senhor nos caminhos da vida, afugenta o medo. Recordando a experiência dos meus próprios terrores, procuro recordar e viver as consolações dele, vivências da força e do poder do Ressuscitado, que supera as barreiras. Aos pés do Senhor Jesus, permaneço em prece e adoração. Saboreio as palavras, o mandato: “Vão a meus irmãos”... Irmãos são os que escutam e põe em prática a Palavra, mesmo com resistências! Amam-se, toleram-se, perdoem-se, alegram-se.
Uma jovem perguntou a uma das grandes santas como orar. A santa mulher respondeu: “Tenho de falar com Deus a respeito de aluguel e remédios, dos problemas de nossas escolas e hospitais, deste e daquele irmão. Não tenho tempo de fazer outra coisa”. E ela era uma grande santa.
A prática de caridade no amor. É uma bela maneira de orar.
Meditação:
“Não se perturbe o vosso coração. Crede em Deus e crede também em mim. Na Casa do meu Pai há muitas moradas... vou preparar-vos um lugar, e , quando Eu me for, e vos tiver preparado um lugar, virei novamente, e vos levarei comigo, a fim de que, onde eu estiver, estejais vós também. Para onde eu vou, vós conheceis o caminho...” (Jo 14,1-4)

Nenhum comentário:

Postar um comentário