26 de jun de 2012

PORTAS FECHADAS

“Levanto os olhos para os montes: donde virá o meu socorro? O meu socorro é Javé que fez o céu e a terra...” (Sl 121).
- Recordo-me da matéria a rezar, lendo pausadamente a passagem (Jo 20,19-29), ouvindo as palavras “A Paz esteja convosco!”
- Situo-me na sala de reunião dos discípulos, onde Jesus aparece após a Ressurreição.
- Imaginando-me numa solene celebração de Páscoa, recordo-me dos sentimentos de alegria e de fé, então vividos, e peço a graça de que esta consolação interior me sustente a esperança na minha caminhada de fé.
Aos discípulos reunidos a portas fechadas, aparece-lhes Jesus, dizendo: “A paz esteja convosco!”.
Estou também na sala, a portas fechadas, vendo o medo e a tensão estampados em cada rosto. Também no meu!
Tomo consciência das palavras do Ressuscitado: “A paz esteja convosco!”.
Vejo Jesus confirmando que é no Ressuscitado, mostrando-lhes as mãos e os pés agora com as chagas glorificadas: já não doem! São marcas gloriosas do herói poderoso e vencedor da batalha terrível do amor contra o pecado e a morte! Permaneço em contemplação... Não tenho pressa. É Aquele que tinha sido crucificado!
Jesus dá o Espírito Santo aos Apóstolos, dizendo-lhes: “Recebei o Espírito Santo; a quem perdoardes os pecados, serão perdoados”.
Estou eu também lá, na fé, pois este Evangelho é também para mim, hoje! Ouço novamente: “A paz esteja convosco!”. Como ressoa esta saudação em mim? Ele, o Ressuscitado, fala ainda: “Como o Pai me enviou eu vos envio a vós”, e soprando sobre eles, disse: “Recebei o Espírito Santo”. “Àqueles a quem perdoardes os pecados, serão perdoados“.
Meditação:
Outros textos bíblicos sobre a vida de Jesus ressuscitado:
Com Cristo, nosso Redentor, nada pode nos separar do amor de Deus (Rm 8,31-39); Vivemos em Cristo, na glória (Cl 3,1-4); Como vivem os que vivem em Cristo (Cl 3,5-17); Como vivem os que esperam pela segunda vinda de Cristo (1Pd 3,1-12); Uma exortação a amar como Deus ama (1Jo 4,7-21).

Nenhum comentário:

Postar um comentário