31 de ago de 2012

O OUVIDO

O justo se alegrará no Senhor e nele colocará sua esperança, e disso vão gloriar-se os retos de coração” (Sl 64).
O nome de Jesus traz presença salvífica: “Jesus” significa “Salvador”: e “não há outro nome pelo qual possamos ser salvos” (At 4,12). Seu nome pelo qual possamos ser salvos” (At 4,12). Seu nome pronunciado com amor traz o perdão do pecado. (história do santo que se zangou porque o discípulo tinha dado um rei assassino, como penitência, apenas recitar o nome de Jesus 3 vezes!)
O nome de Deus como remédio cura o homem cura o homem inteiro: Mahatma Gandhi: “perde-se o medo, cura-se qualquer doença só por meio do nome de Deus!”.
. O que ouvi hoje? O que me ajudou? O que me prejudicou?
. Ouvi os apelos do meu próximo, da sociedade, da Igreja? Ou me fiz surdo?
. Fechei os ouvidos às tentações? Às seduções? Aos maus conselhos? Abri os ouvidos às boas inspirações, bons conselhos?
. Para que devo fechar e para que devo abrir os ouvidos amanhã?
Meu Criador e Redentor, que eu não seja surdo à tua palavra amiga e sábia! Que eu feche os ouvidos ao que não for bom, honesto, conforme tua vontade! Que eu escute os apelos daqueles a quem posso fazer o bem em teu Nome, ó Deus Santo!
O Senhor se compraz naqueles que o temem. Naqueles que esperam em sua graça (Sl 147/146,11).
A caridade tudo suporta, tudo crê, tudo espera, tudo perdoa (1Cor 13,7).
A fé é a garantia dos bens que esperamos, a certeza das coisas que não vemos (Hb 11,1).
Meditação:
Permanecei no amor de Deus. Esperai alcançar a vida eterna pela misericórdia de Nosso Senhor Jesus Cristo (Jd 21).
Eu te amo e habito em teu coração. Eu ponho nele um determinado desejo e te influencio para que busques ser atendido (cf. Filipenses 2,13). Quando o meu Espírito e o teu estão de acordo, o voto se realiza, pois Eu disse: “se dois de vós estiverem de acordo, na terra, sobre qualquer coisa que quiserem pedir, meu Pai que está nos céus o concederá” (Mt 18,19). Assim, se tu e eu estivermos de acordo, o dom será concedido.

30 de ago de 2012

REZAR OS CINCO SENTIDOS

“Mudou o mar em terra firme, atravessaram o rio a pé enxuto; por isso, alegremo-nos nele!” (Sl 66,1-6).
Pedir a graça de usar bem os sentidos para bem próprio, dos irmãos e irmãs e para o louvor e serviço de nosso tão bom Senhor e Salvador.
• A vista
O que recebi pelos meus olhos hoje? O que ajudou? O que perturbou? O que vi que me permite dar graças, meu Bom Jesus? O que eu vi e que me leva a te fazer um pedido, uma súplica? O que olhei e preciso pedir perdão, purificação, cura interior? O que fechei os olhos para não vem mas que devia enxergar? Fechei os olhos à necessidade ou conveniência do meu irmão, a quem podia ter sido útil?
Meu Criador e Redentor, dá-me olhos como os teus: olhos bons! Que eu veja, Senhor!
Use a sua imaginação, compondo o lugar, percebendo aquelas sombras das oliveiras, entremeadas de luar (era tempo de lua cheia). Olhe para Pedro, Tiago e João, adormecidos de cansaço e de tristeza. Olhe Jesus no seu combate, prostrado, estendido de rosto por terra.
Diante do que o Evangelho lhe dá o ver, suplicar o que você quer. Aqui será “dor, sentimento e vergonha, porque, por meus pecados, o meu Senhor vai à Paixão” (EE 193).
Comece olhando – com “olhar de cego”, o olhar que vê o “dentro” das pessoas e situações – as pessoas que ali estão:
- os oito apóstolos adormecidos, descuidados, junto ao lagar... mais distantes, Pedro, Tiago e João, adormecidos, apesar do pedido do salvador: “Fiquem comigo!”... Falta o Iscariotes, às voltas com os planos pessoais... Jesus como que se protege na sombra das velhas oliveiras, rosto por terra, em profunda prostração e insistente oração...
Meditação:
Onde mesmo está você? Com quem? Como é o seu sono? Descuidado? Triste? Indiferente? Anda ocupado com os projetos pessoais? Acompanha Jesus? Deixa-se tocar por Ele, por seus apelos? Onde está você? Quem é você diante de Jesus prostrado em oração, lutando com um pavor de morte?
Viva no sofrimento com Jesus; experimente a sua dor. Como dia segue, a noite virá a alegria!

29 de ago de 2012

FORTALEZA

“Para mim um dia nos teus átrios vale mais que mil em outro lugar; estar na casa do meu Deus é melhor que morar nas tendas dos ímpios” (Sl 84,9-13).
“Olha para Ele que olha para ti!”. Vê-lo olhando para ti: amante, humilde. Deixa que te ame!
Deus é nosso refúgio e fortaleza na angústia! Ele é nosso socorro! (Sl 46/45,11).
És, Senhor, a fortaleza do fraco, fortaleza do pobre no dia da dor (Is 25,4).
Nós, que somos fortes, devemos suportar os fracos (Rm 15,1).
Quando sou fraco é que sou forte (2Cor 12,10).
Temperança (autodomínio, moderação nos desejos)
Não te deixeis levar por tuia paixão e põe freio nos teus desejos (Eclo 18,30).
Precisam ser temperantes e fiéis em tudo (1Tm 3,11).
Que os mais velhos sejam sóbrios, honestos e temperantes (Tt 2,2).
Neste mundo devemos viver com temperança, justiça e piedade neste mundo (Tt 2,12).
Eis o fruto do espírito: caridade, alegria, paz, paciência, gentileza, bondade, fidelidade, doçura, autodomínio... Os que pertencem a Jesus Cristo, crucificaram suas tendências baixas com suas paixões e desejos. Se vivemos pelo Espírito, sigamos também o Espírito! (Gl 5,23-25).
Meditação:
No final, volto-me para Jesus Cristo pregado na cruz e falo com Ele. Pergunto-lhe como pode ser que o Senhor e Criador tenha vivido da eternidade infinita a este mundo, sobre esta terra, para morrer por nossos pecados. E depois reflito comigo mesmo, perguntando-me: Que fiz por Cristo? Que faço por Cristo? O que devo fazer por Cristo? Falo com Ele como se fala a um amigo. Termino na minha oração com o Pai Nosso.
Eu te chamo a viver nesta maneira. Conserva-te puro e santo para meu altar. Guarda teu coração puro. Não permitas que a falta de perdão, a amargura, a cólera ou outro pecado qualquer macule tua alma.

28 de ago de 2012

VIRTUDES CARDEAIS

“Visitas a terra e a regas, enchendo-a com tuas riquezas. O rio de Deus está cheio de água; fazes crescer o trigo para os homens. Assim preparas a terra: irrigas seus sulcos, aplanas os torrões, molhas a terra com as chuvas  e abençoas seus germes” (Sl 65,10-14).
A ciência do santo é a prudência (Pv 9,10).
Eis que meu servidor procederá com prudência (Is 52, 13).
Todo aquele que ouve minhas palavras será comparado ao homem prudente que constrói a sua casa sobre a rocha (Mt 7,24).
Sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas (Mt 10,16).
Servidor bom e prudente, entra na alegria do teu Senhor! (Mt 24,25)
Justiça
Tu fazes ao pobre e ao oprimido (Sl 9).
Quem habitará em Tua Tenda, quem há de morar em Teu Monte Santo? Quem anda direto e pratica a justiça, quem diz a verdade que está em seu íntimo (Sl 14/15,2).
Ò homem, já te foi revelado o que é bom! O que Deus quer de ti! Somente praticar a justiça, amar a fidelidade e caminhar humildemente com teu Deus! (Mq 6,11).
Porque eu vos digo: se vossa justiça não ultrapassar a dos escribas e fariseus, não entrareis no Reino dos Céus (Mt 5,20).
Lembrete:
Buscai acima de tudo o Reino de Deus e sua justiça, e tudo vos será dado por acréscimo (Mt 6,33).
Não julgueis pelas aparências, mas pel reta justiça (Jo 7,24).
Por um só ato de justiça chegou a justificação da vida para todos os seres humanos (Rm5,18).
O Reino de Deus não é comida e bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Rm 14,17).

27 de ago de 2012

CARIDADE

“Pois Deus salvará Sião e reedificará as cidades de Judá; habitarão lá e a possuirão” (Sl69).
Eu vos dou um Novo Mandamento: que vos ameis uns aos outros. Assim como eu vos tenho amado, vós também deveis amar uns aos outros. É pelo fato de vos amardes uns aos outros. É pelo fato de vos amardes uns aos outros é que todos reconhecerão que são meus discípulos (Jo 13,34-35).
Quero vos mostrar um caminho infinitamente superior (1Cor 12,31):
Se eu falasse a língua dos homens e dos anjos, mas não tivesse caridade, seria como um bronze que soa um sino que toca. E se tivesse o dom da profecia e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e se eu tivesse toda a fé, a ponto de mover montanhas, mas não tivesse caridade, não seria nada.
A caridade é paciente. A caridade é bondosa. A caridade não é invejosa. A caridade não é arrogante, nem orgulhosa. Ela não faz o que é inconveniente, não busca o seu interesse, não se irrita, nem se julga ofendida. Não se alegra com injustiça, mas se alegra com a verdade.
Ela tudo perdoa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
A caridade nunca passará!
Pelo contrário! As profecias vão desaparecer. As línguas vão acabar. A ciência vai desvanecer.
Porque nosso conhecimento é imperfeito e nossa profecia também. Quando vier o que é perfeito, desaparecerá o que é imperfeito. Assim, quando eu era criança, falava como criança, sentia como criança, pensava como criança. Mas, quando me tornei adulto, deixei as coisas de criança.
Agora vemos como por um espelho, de maneira confusa, mas, então, será face a face. Agora conheço de modo imperfeito, mas então conhecerei como sou conhecido.
Agora, estas três coisas permanecem: a Fé, a Esperança e a Caridade. Mas a maior delas é a caridade (1Cor 13).
Meditação:
“De sua plenitude todo nós recebemos” (Jo 1,16): “Olhar, então, como todos os bens e dons descem do Alto; assim como a justiça, a bondade, a piedade, a misericórdia. Do mesmo modo como os raios descem do sol, as águas da fonte. Depois de terminar refletindo sobre você mesmo... Concluir o colóquio de amor com o Pai Nosso”.

26 de ago de 2012

“ABBA! PAPAI! Tudo te é possível para ti: afasta de mim este cálice! Mas não o que eu quero, mas o que tu queres!” (Mc 14,36).
Os cristãos ouvem este nome na inteira criação; o mundo inteiro foi criado EM Cristo e POR Cristo.
Escutar (na imaginação) as ondas do mar, os sons do rio, a brisa entre as árvores, a “música” das estrelas que se movem no firmamento, o silêncio da noite...
Escutar o NOME de JESUS.
Escutar sons “técnicos”: motores, máquinas, carros...
Escutar o NOME de JESUS!
Escutar música: instrumental, coral.
Escutar o NOME de JESUS!
Escutar o nome de Jesus que ressoa no teu coração!
Ver o universo inteiro gritando por Ele, movendo-se para Ele.
O Espírito e a Esposa dizem: “Vem!”................... “...” E se as crianças calassem, as pedras é que gritariam!” (Lc 19, 40).
Creio! Ajuda  a pobreza de minha fé! (Mc 9,24)
Se, então, Deus assim reveste a planta que hoje está no campo, mas , amanhã, é jogada no fogo, quanto mais a vós, gente pobre de fé! (Mt 6,30)
Meditação:
Disse-lhe Jesus: “Tua fé te salvou. Vai em paz!” (Lc 7,50)
“Porque não conseguimos expulsar o mal?”. Respondeu Jesus: “Por causa da pobreza de vossa fé. Porque e vos declaro esta verdade: se tiverdes fé, embora só do tamanho de um grão de mostarda, direis a esta montanha: “Muda-te para lá!”; e ela mudará. Nada vos será impossível” (Mt 17, 20-21).
Esperança
Espera em Deus e sê forte! Toma coragem e em Deus espera! (Sl 27/28,14)

25 de ago de 2012

LIBERDADE

“Não tenha medo, pequenino rebanho, pois do agrado do Pai de vocês dar-lhe o Reino” (Lc 12,32).
O homem moderno é demasiadamente egocêntrico!
Acalmar-se por meio de um exercício de concentração. Entrar na imaginação. Obscuridade e vazio interiores. Mover-se para o centro do ser. Imaginar que ali vês chama de amor apontando para Deus, ou mananciais brotando para cima, ou movimentos cegos de amor. Colocar uma palavra ou uma frase breve para dar ritmo a este impulso: “Meu Deus e meu tudo!” “Ó Jesus!” “Abba! Pai!” “Ó coração!” “Fogo!” “Deus!” “Amor!”
Escutar a palavra. Ouvir que crescer, que ressoa em partes diferentes do teu ser: cabeça, coração... até que todo o teu ser ressoa com ela. Depois, todo o quarto, a casa, o mundo inteiro. Um grito nascido das profundidades do teu ser e que se quebra com o murmúrio das águas, por todo o mundo.
Vale à pena, também, meditar, em algum momento, esta pequena poesia de D. Helder Câmara:
Quando vieres libertar os cativos, não te contentes de atravessar as sete prisões dos sete vícios capitais. O calabouço último, o poço mais fundo, é o egoísmo.
No mundo, vocês terão sofrimento, mas tenham coragem, eu venci o mundo (Jo 16,33).
A salvação dos justos vem do Senhor, sua fortaleza no tempo da angústia (Sl 37/36,39)
Enfim, contra todo o mal, temos a virtude que é proclamada cerca de 800 vezes nas Escrituras:
A Alegria!
Verdadeiro, justo, puro, honroso, virtuoso ou que de qualquer modo mereça louvor... Então, o Deus da Paz estará com vocês! (Fl 4,4-9).
Meditação:
Ir terminando com um colóquio mais fervoroso, como um amigo fala a seu Amigo, ou a criatura a seu Criador, ou o redimido a seu Redentor, ou o libertado do mal.
Apenas os mais puros dentre meus santos buscam realmente a minha direção. A maior parte age como se desejasse fazer a minha vontade e dizem que a buscam, mas quando eu olho o fundo de seu coração, não é o que vejo.
É muito difícil encontrar uma consagração total, porém, é o que quero.

24 de ago de 2012

AUTO DOMÍNIO

“Servo bom e fiel! Foste fiel no pouco! Vais administrar o muito! Vem alegrar-te com teu Senhor! “(Mt 25,21).
Fazer uma lista de desejos, quantos possíveis. Ser sincero: “Onde, na tua lista se encaixa Deus e a busca dele?” Considera um desejo de cada vez. Como trato eu de satisfazer este desejo? Viver imaginativamente a cena completa. Considerar com cuidado os meios para solucionar os desejos. Expor cada um desses meios de Deus e submetê-los a sua influência.
Gula X Temperança (moderação, autodomínio)
Ora, as obras da carne são manifestas: fornicação, impureza, libertinagem, idolatria, feitiçaria, ódio, rixas, ciúmes, ira, discussões, discórdia, divisões, invejas, bebedeiras, orgias e coisas semelhantes. A propósito de tudo isso eu previno a vocês: os que praticam estas coisas não herdarão o Reino de Deus. Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, firmeza de ânimo, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão, autodomínio. Contra estas coisas não há lei, pois o que são de Cristo crucificaram a carne com suas paixões e seus desejos (Gl 5, 19-24).
Devemos viver com justiça, moderação e piedade deste mundo (Tt 2,12).
Preguiça X Zelo (fervor, prontidão em bem servir)
A preguiça faz cair em profundo sono (Pr 19,15).
Servo mau e preguiçoso, sabias que colho onde não semeei, e que ajunto onde não espalhei, pois, então, devia ter depositado o meu dinheiro com os banqueiros, para que, voltando, eu recebesse o que é meu com juros (Mt 25,26-27).
Servo bom e fiel! Foste fiel no pouco! Vais administrar o muito! Vem alegrar-te com teu Senhor! (Mt 25,21).
Lembrete:
Antes do período de oração: em geral você se sai melhor quando destina um tempo e um lugar definidos para orar e os mantém meticulosamente.
Você começa a orar mais prontamente quando se prepara para isso, em especial pela análise dos materiais que pretende usar. Por exemplo, quando identificou que passagem dos Evangelhos pretende contemplar, ou que idéias pretende considerar.

23 de ago de 2012

AVAREZA E GENEROSIDADE

“Que o amor ao dinheiro não inspire a conduta de vocês. Contentem-se com o que têm” (Hb 13,5).
Orar com desejos Santos
Desejos pelos outros. Não precisa fazer uma oração explícita. Apenas expor a Deus teus desejos. Individuais. Comunidade. Província. Companhia. Igreja. Mundo. Desejos próprios. Ver as grandes proezas de Xavier, Anchieta, Nóbrega, dos mártires: fazê-los próprios por meio de desejo, querendo-os. Identificar-se com eles através dos desejos. Desejos para hoje: ver-se a si mesmo sendo e atuando hoje como queria ser e atuar.
Guardem-se, cuidadosamente, de toda avareza, pois, mesmo na abundância, a vida de uma pessoa não é garantida pelos seus bens (Lc 12,15).
Que o amor ao dinheiro não inspire a conduta de vocês. Contentem-se com o que têm (Hb 13,5).
(As doações) de vocês (...) serão sinal de generosidade, e não de avareza (2Cor 9,5).
Luxúria X Castidade
Eu, porém, digo a vocês: todo aquele que olhar para uma mulher com desejo libidinoso no seu coração já comete adultério com ela (Mt 5,28).
Bem aventurados os puros de coração. Eles verão a Deus. (MT 5,8).
Às vezes, também, quando considera alguma coisa histórica, você vai querer se lembrar, de maneira bem sucinta, onde seu material se adapta na história. Por exemplo, como na Natividade se encaixa na trajetória da salvação humana, ou como ela se segue à Anunciação. Você tem de decidir se essa pequena reminiscência ajuda ou não. Reze positivamente.
Meditação:
O que acontece à pessoa que desmaia? O sangue reflui de sua cabeça. Para evitar a perda de consciência, é preciso colocar a cabeça em posição inferior. É por isso que deves sempre cobrir tua cabeça com o sangue de Jesus e te prosternar diante de mim. Se agires assim, jamais vacilarás.
Alguns de meus filhos esperam ver minha bondade apenas no céu. Mas é aqui embaixo, durante esta vida, que eu quero te mostrar, sim, nesta “terra de viventes”. Tu jamais hesitarás se acreditares em minha bondade e se permaneceres sob a proteção do meu sangue. Eu te amo e quero apenas te fazer o bem, todos os dias de tua vida.

22 de ago de 2012

ORGULHO E HUMILDADE

“Foi bom para mim ser humilhado, para aprender teus estatutos” (Sl 119,65-72).
Intercessão
Pôr-se em contato com Cristo. Imagina-te inundado com Sua luz, vida, poder. Imagina que tu colocas as mãos sobre cada pessoa que amas. (Habita) Mora em cada uma. Pede que o amor de Cristo desça sobre ela (sem palavras). Vê-la iluminada com a vida e o amor de Cristo. Vê-la transformada.
Quando te sentires cansado, regressa à presença fortalecedora de Cristo e descansa nela por um momento. Quando estiveres reabastecido, volta a impor as mãos.
Faça o mesmo a cada pessoa confiada aos teus cuidados; por quem tenhas a obrigação de orar; por teus “inimigos”; por aqueles de quem não gostas; pelos que não gostam de ti.
O poder de Cristo passa por tuas mãos a cada uma delas.
É do coração humano que saem todas as intenções malignas: prostituições, roubos, assassínios, adultérios, ambições desmedidas, maldades, malícia, devassidão, inveja, difamação, orgulho (arrogância, soberba), insensatez (Mc 7,22).
A caridade é paciente, prestativa, não é invejosa, não se exibe, não é orgulha (1Cor 13,4).
Inveja X Amor ao Próximo
Pilatos sabia que eles lhe tinham entregue Jesus por inveja (Mt 27,18).
Não sejamos cobiçosos de vanglória... invejando-nos uns aos outros (Gl 5, 26).
Alegrem-se com os que se alegram (Rm 12,15).
Ira X Mansidão, autodomínio
Meditação:
Todo o que se irar contra seu irmão será levado a julgamento (Mt 5,22).
Que cada qual seja pronto para ouvir, lento para falar, lento para irar-se (Tg 1,19).
Bem-aventurados os mansos, porque eles possuirão a terra (Mt 5,4).

21 de ago de 2012

SABEDORIA

“No meio da noite me levanto para te louvar pelas tuas juntas normas” (Sl 119,62-64).
Valor da Vida:
Consulta médica: “Você tem apenas dois meses de vida!” Com quem irei falar? Aonde irei? Que penso fazer? De noite, diante de cristo.
Indo examinar diante de Deus Uno e Trino, que é Simplicidade Absoluta e Comunhão Total, procure cair em conta do que vai fazer e diante de Quem você está!
Pacifique-se, passeando um pouco, ou sentando-se. Preste a tenção à respiração. Respire tranquilamente, descanse o olhar, diga o Nome do Senhor, Jesus, no Coração, seguindo o ritmo da respiração ou do seu caminhar.
Então, com um gesto de respeito, carinho, acatamento, faça um ato de fé na Presença amiga do Pai e do Filho e do Espírito. Pode ser o Sinal-da-Cruz.
A seguir peça a graça de examinar-se bem, inspirando-se na Justiça, Bondade e Sabedoria dele, e não na sua!
Abaixo você tem um caminho para sua oração de exame: percorra cada elemento da lista, em pressa de ir adiante. Em cada um deles pergunte-se como tem sido sua vida neste ponto, por exemplo, no último ano, ou no último mês, ou recentemente. Pare um pouco no que se lembra e reze a partir daquilo que sentir diante das lembranças: gratidão ou remorso; alegria ou tristeza; frieza ou ardor; resistência ou entrega etc. Sempre com muita sinceridade!
Meditação:
• Em que você pode dar graças? Em que você deve pedir perdão?
• Em que você precisa pedir conversão de sentimentos, atitudes, pensamentos?
Talvez você demore vários dias para percorrer uma lista desse tipo. Não faz mal! A chuva serena e contínua é melhor para a lavoura do que a chuva torrencial e repentina!
Conclua com um bem rezado Pai Nosso.
Anote alguma coisa importante para que não se perca.

20 de ago de 2012

SIM OU NÃO?

“As raposas têm tocas, os pássaros dos céus, ninhos; o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça”(Mt 8,19).
Regressar a uma lembrança desagradável do passado recente: reviver a experiência. Logo colocar-se diante de Cristo crucificado. Sem falar. Só comunicação, sem falar. Relacionar o acontecimento desagradável com Cristo crucificado.
“Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna?” Jesus disse: “O que está escrito na Lei?” Ele respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e com todo o eu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” Jesus disse: “Respondeste bem! Faze isto e viverás”. (Lc 10, 25-28)
8º Mandamento: Não levantar falso testemunho:
Seja a tua palavra “Sim” ou “Não”. O que passar disto vem do Maligno (MT 5,37).
Portanto rejeitai toda maldade, toda mentira, todas as formas de hipocrisia e de inveja, toda a maledicência (1Pd 2,1).
9º Mandamento: Não cobiçarás a mulher (o homem) do próximo (da próxima):
E eu digo, quem olhar uma mulher cobiçando-a em seu coração, já cometeu adultério com ela (Mc 10,11).
Conheces os mandamentos: Não cometerás adultério (Lc 18,20).
10º Mandamento: Não cobiçarás as coisas alheias:
As raposas têm tocas, os pássaros dos céus, ninhos; o Filho do homem não tem onde repousar a cabeça (Mt 8,19).
Meditação:
Cairão mil ao teu lado e dez mil à tua direita; mas nada te poderá atingir. Basta que olhes com teus olhos, verás o castigo dos ímpios. Pois o teu refúgio é o Senhor; fizeste do Altíssimo tua morada.
Colocai-vos a serviço uns dos outros. Pois toda a lei está contida numa só palavra: “Amarás teu próximo como a ti mesmo”. Mas se vos mordeis e devorais reciprocamente, cuidado! Não aconteça que vos elimineis uns aos outros. Ora, eu vos digo, conduzi-vos pelo Espírito e não satisfareis os desejos da carne (Gl 5,13-16).

19 de ago de 2012

PUREZA

“Vim para que tenham vida, e vida em abundância” (Jo 10,10).
Tronco de uma árvore. Cabana de uma montanha. Arroio. Identificar-se com cada uma dessas coisas. Imaginar o diálogo que mantenho de cada uma destas perspectivas. Introduzir Cristo na cena. Diálogo. Estátua de um museu. Imaginar que numa sala escura se ilumine pouco a pouco uma imagem que represente a mim: como me vejo? Diálogo com Cristo.
“Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna?” Jesus disse: “O que está escrito na Lei?” Ele respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e com todo o eu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” Jesus disse: “Respondeste bem! Faze isto e viverás”. (Lc 10, 25-28)
5º Mandamento: Não matar:
Vim para que tenham vida, e vida em abundância (Jo 10,10). O bom pastor dá a vida por suas ovelhas (Jo 10,11). Conheces os mandamentos: Não matarás... (Mc 10,19).
6º Mandamento: Não pecar contra a castidade:
Se, portanto, vivemos segundo o Espírito, caminhemos segundo o Espírito (Gl 5,1).
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus (Mt 5,8).
A lâmpada do corpo é o olho. Se teu olhos estiver são, todo o teu corpo ficará também iluminado; mas, se ele for mau, teu corpo também ficará escuro. Por isso, vê bem se a luz que há em ti não são trevas (Lc 11, 34-35).
É do coração que procedem más intenções, assassínios, adultérios, prostituições, roubos, falsos testemunhos e difamações (Mt 15,19).
Ele (Jesus Cristo) é a imagem do Deus invisível...
Deus invisível se fez em Jesus! Dá para ver seu rosto! Dá para perceber suas entranhas de bondade e misericórdia no Coração manso bom de Jesus!
Na oração, procurando a vontade divina, o mesmo Criador e Senhor se comunique a mim, abraçando-me em seu amor e louvor e dispondo-me para o caminho em que melhor poderei servi-lo depois...”.
Poderíamos dizer que a vontade de Deus, não diferia em nada do próprio Deus, que é Amor (1Jo 4,8 e 16).

18 de ago de 2012

HONRAR PAI E MÃE

“Recordo tuas normas de outrora, Senhor, e com elas me consolo” (Sl 119,49-56).
Imaginar o Senhor sentado, perto de Ti (ex. ver uma cadeira vazia e pensar que o Senhor está aí). Falar em voz baixa. Por ex: contar os acontecimentos que transcorreram durante o dia. Escutar.
Pensamento: falar de si mesmo. Oração: Falar a Deus. Método recomendado por Sta. Teresa para praticar durante o dia: “Manter Cristo a teu lado”. O meio mais rápido para experimentar a presença de Cristo em tua vida. Ajuda na Direção espiritual: “Que classe de Cristo é o Teu Cristo?”
“Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna?” Jesus disse: “O que está escrito na Lei?” Ele respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e com todo o eu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” Jesus disse: “Respondeste bem! Faze isto e viverás”. (Lc 10, 25-28)
4º Mandamento: Honrar pai e mãe:
Sabeis muito bem desprezar o mandamento de Deus para observar a vossa tradição. Com efeito, Moisés disse: “Honra o teu pai e a tua mãe”, e: “Aquele que maldisser pai ou mãe, sem dúvida, é o réu de morte”. Vós, porém, dizeis: “Se alguém disser a seu pai ou sua mãe: os bens com que eu poderia te ajudar são ‘corban’ – isto é, uma oferta sagrada”; vós não o dexareis fazer mais nada por seu pai ou por sua mãe. Assim, invalidais a Palavra de Deus pela tradição que transmitistes. E fazeis muitas coisas desse gênero (Mc 7, 9-13).
Filhos, obedecei a vossos pais, no Senhor, pois isso é justo. “Honra o teu pai e a tua mãe”, é o primeiro mandamento associado a uma promessa: “Para seres feliz e teres uma longa vida sobre a terra”. E vós, pais, não deis a vossos filhos motivo de revolta, mas criai-os na disciplina e correção no Senhor (Ef 6, 1-4).
Lembrete:
Orações são diversos modos de preparar e dispor para tirar de si todas as afeições desordenadas. Depois de afastá-las, procurar e encontrar a vontade divina na disposição de sua vida para a sua salvação.

17 de ago de 2012

HERDAR A VIDA ETERNA

“Este é o Dia que o Senhor fez! Alegremo-nos e exultemos nele!” (Sl 117, 24).
Retirar-se com a imaginação para onde tenhas rido intensas experiências de Deus. Ver este lugar o mais vivamente possível. Voltar a viver este ambiente, a viver esta experiência. Regressar à situação presente. Retirar-se de novo. Regressar, etc.
Muitas experiências profundas da vida serão muito úteis para alimentar a oração se tomarmos tempo para voltar a vivê-las de uma maneira mais tranqüila. Em épocas de crises, seguir o conselho do Cristo Redentor aos apóstolos aflitos: “Regressai a Galiléia!”. Regressar aos dias de alegria passados com o Senhor.
“Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna?” Jesus disse: “O que está escrito na Lei?” Ele respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e com todo o eu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” Jesus disse: “Respondeste bem! Faze isto e viverás”. (Lc 10, 25-28)
2º Mandamento: Não usar o meu santo nome em vão:
Brilhe, do mesmo modo, vossa luza diante dos homens, para que, vendo vossas boas obras, eles glorifiquem vosso Pai que está nos céus (Mt 5,16).
3º Mandamento: Guardar domingos e festas:
Você terá vivido momentos humanos assim... Decepções que atingem até pátrias... desolações de comunidades... luto de famílias e amigos... mortes que fazem calar e desorientam... Reze o que lhe ocorrer sem pressa de ir adiante.
O sábado foi feito para o homem, e não o homem para o sábado. O Filho do homem é o Senhor também do sábado (Mc 2, 27-28).
No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao sepulcro, de madrugada, quando ainda estava escuro, e vê que a pedra fora retirada do sepulcro (Jo 20,1; cf. Mc 16,2; Mt 28,1).
Este é o Dia que o Senhor fez! Alegremo-nos e exultemos nele! (Sl 117, 24).

16 de ago de 2012

DEZ MANDAMENTOS

“Abre-me os olhos para eu contemplar as maravilhas da tua lei” (Sl 119,17-24).
Revisão de vida pelos Dez Mandamentos segundo o Novo Testamento
“Se amais, guardareis os meus mandamentos.” (Jo 14,15)
Dispor-se... repousar o corpo... Escolher um lugar, um tempo... quem sabe uma foto, uma estampa, um ícone, uma vista... Ajeitar o corpo: coluna bem apoiada, pernas descansadas na planta dos pés, braços soltos, mãos pousadas no colo... respiração sossegada e consciente,,, sons e vozes aceitos e acolhidos sem briga nem tensão... No ritmo da respiração ir criando um ritmo interior, repetindo no coração o Nome de Jesus... Atentar para o que vai sentindo no compasso da vida, da respiração e no ritmo do Nome... Quando se perceber na tranquilidade, dsitensão, vá entrando na oração sem pressa de ir adiante...
Dispor-se... na presença de Jesus, nosso Mestre e Salvador e ouvi-lo:
“Mestre, que devo fazer para herdar a vida eterna?” Jesus disse: “O que está escrito na Lei?” Ele respondeu: “Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, com toda a tua força e com todo o eu entendimento; e a teu próximo como a ti mesmo.” Jesus disse: “Respondeste bem! Faze isto e viverás”. (Lc 10, 25-28)
Ouça com o coração, pedindo a graça de Deus. Preste atenção ao que sente. Reze a partir do que você sente. Pode ser, por exemplo, frieza, indiferença, tentações... Ou, pelo contrário, amor, esperança, bons desejos... Tudo é matéria de oração!
Com toda a confiança abra seu coração à luz dos bons e amigos olhos de Jesus!
Meditação:
Reze, então, a partir do que lhe ocorrer, ora pedindo e suplicando, ora, insistindo, ora confidenciando, ou louvando e agradecendo, conforme o que lhe for dado sentir e recordar.
1º Mandamento: Amar a Deus sobre todas as coisas:
Aquele que ama pai ou mãe mais do que a mim não é digno de mim. E aquele que ama filho ou filha mais do que a mim não é digno de mim. Aquele que não toma a sua cruz e me segue não é digno de mim. Aquele que acha a sua vida, vai perdê-la, mas quem perde a sua vida por causa de mim cai achá-la (Mt 10, 37-39).

15 de ago de 2012

CORAÇÃO PURO

“Felizes os que guardam seus testemunhos e o procuram de todo o coração” (Sl 119,1-16).
Retirar-se com a imaginação para onde tenhas tido intensas experiências de Deus. Ver este lugar o mais vivamente possível. Voltar a viver este ambiente, a viver esta experiência. Regressar à situação presente. Retirar-se de novo. Regressar, etc.
Muitas experiências profundas da vida serão muito úteis para alimentar a oração se tomarmos tempo para voltar a vivê-las de uma maneira mais tranqüila. Em épocas de crises, seguir o conselho do Cristo Redentor aos apóstolos aflitos: “Regressai a Galiléia!”. Regressar aos dias de alegria passados com o Senhor.
Fazer sua oração. Por exemplo:
Converte-me e serei convertido! Seduzi-me e serei seduzido! (Jr 31,18)
Pedir a graça que quer. Por exemplo:
Dá-me um coração puro, pois os puros de coração verão a Deus. (MT 5,8).
Começar, diante dos bons olhos de Deus Amor (1Jo 4,16). Sobre cada elemento da lista parara um pouco, lembrar, interrogar-se. Por exemplo:
- Como estou vivendo este mandamento, esta virtude?
- Como foi ou está sendo meu relacionamento com esta pessoa? O que devo agradecer aqui? O que devo pedir a este respeito?
- Como devo fazer para agradar-te, meu Deus, quanto a essa pessoa, fato, situação? O que queres que eu faça? O que devo fazer?
Meditação:
Rezando a “Alma de Cristo”:
Alma de Cristo, santificai-me. Corpo de Cristo, salvai-me. Sangue de Cristo, embriagai-me. Água do lado de Cristo, lavai-me. Ó bom Jesus, ouvi-me! Em vossas chagas escondei-me.
Não permitais que eu me separe de vós. Do inimigo maligno defendei-me.
  1. Na hora de minha morte, chamai-me, e mandai-me ir para vós, para que com os vossos santos e santas vos louve para sempre. Amém!

14 de ago de 2012

MISTÉRIOS GOZOSOS

“Nada do que existe, existe sem Ele” (Jo 1,3).
Em tua vida, não na de Cristo. Voltar a viver qualquer acontecimento do passado, que tenha causado alegria. Até sentir mais uma vez a mesma experiência. Não olhar a cena de fora, mas participar dela novamente. Buscar e encontrar a presença do Senhor aí. “De que maneira Ele esteve presente?”. É uma boa forma de aprender a encontrar a Deus em todos os acontecimentos do futuro.
De pé, ou de joelhos, ajeitando o corpo, como foi dito, e fazendo sua oração preparatória com respeito e o amos que puder.
Vá respirando com calma, e, na expiração, diga interiormente a palavra, a frase, ou refrão que você escolheu. Na inspiração, deixe o que sentir elevar-se a Deus!
Bendize, ó minha alma, o Senhor! Nele está minha esperança! (Sl 104/103,1)
Os quatro seres vivos e os vinte e quatro se prostraram diante do Cordeiro, cada qual com uma harpa e turíbulos de ouro, cheios de incenso, que são as orações dos santos. (Ap 5,8).
Não deixe o seu corpo “de fora” da oração. Não tenha “um” corpo. Você é também corpo. Do mesmo modo, não se esqueça de recorrer à ajuda da sua imaginação.
Lembrete:
Ele é antes de tudo, e tudo nele subsiste...  pois, é verdade, “nada do que existe, existe sem Ele”. “Considerar como Deus habita nas criaturas: nas coisas, pelo ser; nas plantas, pelo crescimento; nos animais, pela sensibilidade; nos seres humanos, pela inteligência. Ele dá a você o existir... a vida... os sentidos... a inteligência... E ainda mais: faz de você um Templo dele, já que você foi criado à imagem e semelhança de sua divina Majestade...”
“Que todas as minhas intenções, ações e operações sejam ordenadas puramente ao serviço e louvor de Sua Divina Majestade”.
Um dia, sem dúvida, teu corpo repousará em Deus e teu espírito estará mais vivo do que está hoje, estando limitado pelos sentidos e limites do corpo.
Clama por mim e eu te libertarei sem demora. Não desejo te ver permanecendo no sofrimento físico e mental. Eu te amo. Como pode Aquele que ama desejar o mal para a pessoa amada? Eu também não desejo te ver sofrendo. Isso é um engano. Espera por uma pronta libertação. O socorro está chegando!

13 de ago de 2012

DESCANSO ORANDO

“Porque és de valor a meus olhos, és preciso e eu te amo... chamei pelo nome, és meu! Diz nosso Senhor” (Is 43,1-4).
Sentir o contato do vestido no ombro. As costas contra o espaldar da cadeira. As mãos. Os músculos contra a cadeira. As plantas dos pés tocando os sapatos. O estar sentado. Sentir estas sensações, não pensá-las.
Passar de uma percepção à outra ou de uma área do corpo já indicada a qualquer outra.
A cada inspiração, deixe subir ao nosso Pai do céu, os sentimentos que brotarem no seu coração: paz ou inquietude, alegria ou tristeza, esperança ou desânimo, vazio ou sentido de vida... Seja o que for que você sinta no momento, ele acolhe porque você, cada um de nós, é precioso aos olhos dele!
Porque és de valor a meus olhos, és preciso e eu te amo... chamei pelo nome, és meu! Diz nosso Senhor (Is 43,1-4).
Encerrando a sua prece, com muito carinho e respeito.
Esta maneira de rezar favorece o descanso de corpo e alma, o recolhimento, o silêncio para sentir e saborear interiormente a oração, sobretudo nos dias perturbados ou corridos, onde a gente sofre dificuldades por causa da agitação e do cansaço.
Meditação:
Atenção... É possível rezar desta maneira caminhando e até  fazendo sua corrida matinal! Chama-se também “a oração do peregrino russo”. O peregrino russo era um romeiro, que ia dando seus passos na sua caminhada em busca da perfeição evangélica. A cada passo, dizia:
Senhor, Filho de Davi, tem piedade de mim, pecador!
Não penses em termo de fraqueza. Pensa em força. Não olhes para ti mesmo. Olha para mim, invoca-me, e renovarei as tuas forças. Correrás mas não te cansarás, andarás e não te fatigarás. Recusa a fraqueza, mas confessa a força que vem de mim e viverás dessa força sobrenatural. Prometi um dia a Aser: “Que teu vigor seja como os teus dias” (Deuteronômio 33,25). O segredo da força de Aser é que ele afundava seus pés no óleo. Quando marchares sob a unção do Espírito Santo, conhecerás a força de Aser.

12 de ago de 2012

UMA PALAVRA

“O Senhor completará para mim a sua obra. Senhor, tua bondade dura para sempre; não abandones a obra de tuas mãos” (Sl 138,6-8).
Perceber o ar passando através do nariz. Sentir o ar. Sua qualidade: quente ou fresco. Quantidade do ar que passa mais por uma narina.
Método para curar as distrações. Perceber as imagens ou pensamentos o Ato de pensar. Diferença entre observar os transeuntes desde a janela ou segui-los na rua como um cachorrinho...
Tome uma palavra sagrada, como o Nome de Jesus, uma frase da Bíblia, um refrão de música religiosa... experimente, por exemplo... Jesus!
Se estiver de pé, feche os olhos, ou deixe-os descansar lá de longe, no horizonte, numa imagem, num ponto diante de você... Como preferir! Apóie-se na planta dos pés, um pouco separados... Endireite a coluna, sem forçar a posição, mas deixando os braços e os ombros descansarem.
Se estiver sentado, cuidado com a coluna vertebral! Sente de maneira a que ela fique natural, e não curvada e pressionada! E deixe as plantas dos pés apoiadas sossegadamente no chão, os braços e mãos descansadas sobre as coxas palmas voltadas para cima. Um leve sorriso ajuda a descontrair os músculos do rosto! Olhos serenos, sem mover-se de cá para lá, ou fechados mansamente!
Este exercício ajuda a começar sua oração. Vale a pena praticá-lo, sem pressa de ir adiante.
Agora, vá recitando, mensalmente, no ritmo da respiração (o ritmo da vida, dom de Deus!), expirando e inspirando...
Assim, a cada expiração, murmure, interiormente, estes Nomes benditos, ou só o nome de Jesus, ou frase da Bíblia, ou refrão da música religiosa que escolheu, como: Vem, Senhor, vem nos salvar...
Meditação:
“Inclina para mim teu ouvido, vem depressa livrar-me. Sê para mim o rochedo que me acolhe, refúgio seguro, para a minha salvação (Sl 31).

11 de ago de 2012

PRESSÃO DA LUTA

“Em Deus, cuja promessa eu louvo, em Deus confio, não temerei: o que um homem me pode fazer?” (Sl 56,1-5).
Retirar-se com a imaginação para onde tenhas tido intensas experiências de Deus. Ver este lugar o mais vivamente possível. Voltar a viver este ambiente, a viver esta experiência. Regressar à situação presente. Retirar-se de novo. Regressar etc.
Muitas experiências profundas da vida serão muito úteis para alimentar a oração se tomarmos tempo para voltar a vivê-las de uma maneira mais tranqüila. Em épocas de crises, seguir o conselho do Cristo Redentor aos apóstolos aflitos: “Regressai a Galiléia!”. Regressar aos dias de alegria passados com o Senhor.
A maioria de nós vive sob pressão da luta pela vida. Nas grandes cidades, sobretudo, até ir ao trabalho, até em casa, diante de uma violência que parece ter vindo para ficar.
Por isso, pacificar-se é uma excelente atitude terapêutica, de grande valor para quem rezar com intimidade e profundidade. Você pode usar algumas maneiras de pacificar-se que são tiradas dos sistemas de relaxamente psicossomático.
Refletir: cada sensação criada pela onipotência de deus! Sentir o contato de Deus em todo o corpo: tosco, suave, agradável, doloroso. Respire. Sinta o ritimo.
Lembrete:
Que Nome é este, pelo qual Pedro, João e tanta gente mais em sequência se alegram de sofrer afrontas, também físicas? Que nome é este que suscita mártires até os dias de hoje?
Ao subir a Jerusalém, Paulo, vindo pelo mar desde Éfeso, o grande porto grego da Ásia Menor, desembarcou em Cesaréia Marítima, a capital proconsular da Palestina romana, hospedou-se em casa de Filipe, um dos sete primeiro diáconos da Igreja Mãe da Jerusalém. Ali veio a seu encontro um profeta cristão da Judéia, Ágabo:
“Vindo ter conosco” – narra Lucas – “ele tomou o cinto de Paulo e, amarrando-se de pés e mãos, declarou: ‘Isto diz o Espírito Santo: o homem a quem pertence este cinto, assim será preso em Jerusalém pelos judeus, que o entregarão aos pagãos’” (At 21,11).
O anúncio causou grande agitação e tristeza na comunidade.começaram a rogar a Paulo que desistisse de ir a Jerusalém. Paulo respondeu: “Que estais fazendo, chorando e afligindo o meu coração? Pois estou pronto, não somente a ser preso, mas até a morrer em Jerusalém, pelo Nome do Senhor Jesus” (At 21,130.45).

10 de ago de 2012

UM LUGAR PARA ORAR

“Depõe no Senhor os teus cuidados, porque Ele será teu sustentáculo; não permitirá jamais que vacile o justo” (Sl 55,23).
Retirar-se com a imaginação a qualquer lugar que seja propício para animar a oração: a praia, o cimo da montanha, a beira de uma rio, uma igreja em silêncio, um terraço frente a um céu estrelado... Escutar os sons (ondas, vento contra as árvores, animaizinhos da noite...). Fazer oração neste contexto. Inácio não diz: “Composição do lugar”, mas “compõe TU, vendo o lugar”. Todos podem desenvolver esta faculdade na prática.
Tapar os ouvidos com os polegares e os olhos com as mãos. Escutar o som da tua respiração, descansar as mãos sobre o ventre, manter os olhos fechados, escutar todos os sons próximos, o mais suave, o mais longe.
Existe o silêncio no centro de cada som. Os sons distraem quando se quer repeli-los ou fugir deles. Percebê-los! Cada som tem dezenas de sons dentro: tentar recolhê-los todos.
Senhor, nosso Pai, que todo o meu ser esteja voltado para ti, neste tempo de oração! Que nós estejamos todos voltados para ti. Isto te peço (te pedimos) por nosso Senhor Jesus Cristo, teu amado filho, que contigo vive e reina no Espírito Santo para todo o sempre, amém!
Lembrete:
“Senhor, que todas a minhas (nossas) orações, ações e operações sejam puramente ordenadas a serviço e louvor de sua Divina Majestade! Amém!”
Pelo sinal da santa Cruz, livrai-me Deus nosso Senhor, dos nossos inimigos, em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, amém!
É belo louvar o Senhor, e cantar ao teu nome, ó Altíssimo, anunciar de manhã de manhã o teu amor, e tua fidelidade durante a noite.
Um Sinal-da-Cruz bem feito, com carinho e calma, faz bem ao coração e até a quem vê! Conta-se que sinal converteu-se em cristã humilde só de ver um amigo fazer o Sinal-da-Cruz!

9 de ago de 2012

ENSINA-ME A ORAR

“Nós te damos graças, ó Deus, te damos graças: invocando teu nome, narramos tuas maravilhas” (Sl 75,1-6).
Mestre, ensina-me a rezar! Ensina-nos a rezar! (Lc 11,1). Vem, Senhor, em meu auxílio! Socorre-me sem demora! (Sl 70/69,2)
É bom rezar numa emergência ou, de vez em quando, num respiro de corpo e coração. Por exemplo:
Jesus, Maria, José, minha alma vossa é! Jesus, a teu coração eu me confio! Jesus, Filho de Davi, tem piedade de mim, pecador! Maria, valei-me!
Mas é preciso dar de você, dar tempo à oração. Você é feito de tempo! Na verdade, você não dá tempo, você não dá de si! Você dá de si a Deus quando dá tempo para estar com Ele, se abrir para Ele, aprender d’Ele! Então, no lugar onde você vai rezar, fique um tempinho sossegado, de pé, de joelhos, caindo em conta do que você vai fazer, diante de seu Deus, nosso Pai.
Vem, Espírito Santo, vem, vem iluminar! Senhor, Pai nosso,
És tu quem dás querer rezar e poder rezar! Socorre minha fraqueza!
As obras da minha criação a teu redor são a maior revelação que o mundo pode receber de mim. No entanto, por negligência ou ignorância, o homem acostumou-se demais a olhar
Meditação:
O glorioso sol do amanhecer, os céus abrasados do entardecer, a estrela da noite, brilhante e solidária, as chamas do vulcão, a força das ondas do oceano, o murmúrio do regato, as noites claras pelo Órion, o brilho do sol em pleno meio-dia, o ar que o homem respira para continuar vivo, a agilidade de suas mãos e pés, a beleza e a graça do cisne, o rugido poderoso do leão, os relinchos enervados do cavalo e os movimentos de sua crina, a corcunda do camelo e seu aspecto destemido, as crianças brincando sob o sol, o recém-nascido, esses milhões de coisas que o homem enxerga a cada dia, com os olhos que somente eu poderia ter feito. E mesmo assim ele se pergunta onde eu estou. Nada existe de mais insensato do que o homem estúpido que enxerga tudo isso e no entanto declara que Deus não existe, que não nos ama nem cuida de nós.
“Os atributos universais de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhece desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas” (Rm 1,20).

8 de ago de 2012

AUTO-REALIZAÇÃO

“Mesmo na velhice darão frutos, serão cheios de seiva e verdejantes” (Sl 92,12-16).
Conhecer o mundo que nos rodeia é o alvo de todo componente curricular, cada um com seu enfoque peculiar, abarcando conhecimentos remotos, pesquisas realizadas, informações recentes, sempre abrindo caminho para novos conhecimentos, cumulativamente, geração após geração.
Conhecer, porém, o mundo interior deveria ser o alvo de cada pessoa, na busca da auto-realização, com um desempenho mais eficaz na sociedade, transformando-a para melhor.
Para conhecer a si próprio, não é necessário um currículo explícito, mais eficaz na sociedade, transformado-a para melhor.
Uma pessoa feliz, que consegue controlar suas emoções mais fortes, o nervosismo, a angústia, não constitui privilégio, mas deve ser conquista de fé, perseverança, estudo e meditação.
É necessário parar para “ouvir”, parar para “sentir” e assim percebemos que há um sentido real na vida, quando a “vemos” espiritualmente.
Todos aqueles que se acham sob as instruções de Deus precisam de uma hora tranquila para a comunhão com o próprio coração, com a natureza e com Deus... Devemos, individualmente, ouvi-Lo falar ao nosso coração. Quando todas as outras vozes silenciam e, em quietude, esperamos diante d’Ela, o silêncio da alma torna mais distinta a voz de Deus. Ele nos diz: “Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus’ (Salmo 46, 10). Este é o preparo eficaz para todo trabalho feito para o Senhor. Entre o vaivém da multidão e a tensão própria das intensas atividades de luz e paz. Receberá nova dotação de resistência física e mental. Sua vida recenderá e revelará um poder divino, que tocarão o coração dos homens.”
Meditação:
Expressar vários sentimentos, atitudes, através do corpo. Mover-se muito delicadamente.
Exemplos: oferecimento e entrega: levantar os olhos para o céu. Deter-se por um momento. Levantar os braços. Virar a palma das mãos, juntá-las. Deter-se um pouco. Experimentar a linguagem do corpo.
Amor pela criação e saudade de Deus: olhos fitos no horizonte, braços levantados e abertos em sinal de boas-vindas. Aflição, louvor, júbilo, alegria, adoração...

7 de ago de 2012

BARCO

“Agora o meu conhecimento é limitado, mas depois, conhecerei (a deus) como sou conhecido” (1Cor 13,12).
Um desejo desregrado provoca logo a inquietação interior. O orgulho e o avaro ignoram o repouso. O pobre e o humilde de coração vivem em grande paz. Quando a pessoa ainda não está perfeitamente morta para si mesma, é logo tentada e sucumbe a ninharias. Uma vida interior medíocre , presa a certos apegos materiais e vinculada ao sensível, tem dificuldade em desfazer-se totalmente dos desejos terrestres. Com freqüência, experimenta-se também tristeza ao separar-se deles e uma leve indignação ante as resistências que isto se opõem.  
Como você está feliz... está num barco no mar... veja como é bom o contato com a natureza... como as coisas simples nos trazem felicidade...
O que significa “creio na ressurreição da carne”?
Como ensinou São Paulo: Agora vemos em espelho e de modo confuso, mas depois O veremos (a Deus) face a face. Agora o meu conhecimento é limitado, mas depois, conhecerei (a deus) como sou conhecido (1Cor 13,12). Esta é a nossa fé, que se fundamenta na palavra de Jesus: Sim, esta é a vontade do meu Pai: quem vê o Filho e nele crê tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia (Jo 6,40).
Está começando a anoitecer... chegou a hora da volta... despeça-se de todos os amigos, que encontrou aí e agradeça por esses momentos felizes que eles lhe proporcionaram.
Volte para embarcação... chame a sua tripulação... comece a viagem de volta... com muita calma e muita paz no coração.
Você está chegando ao lugar de onde partiu.
Desça da embarcação... dê um grande abraço em todos os seus amigos, que fizeram esta viagem com você.
Meditação:
Agora, bem devagar, vá abrindo os olhos... e conte ao amigo do lado como foi sua experiência em contato com a arte indígena.
Depois, coloque no papel suas idéias e o que você aprendeu com essa arte.
“Vieram no barco puxando o rede com os peixes” (Jo 21,8). Depois da ressurreição, Jesus fez outro milagre. Pediu aos discípulos que lançassem a rede ao mar direto do barco. “Não podiam puxar a rede, tão grande era a quantidade de peixes” (v.6).

6 de ago de 2012

ARTE INDÍGENA

“Tu me dás a força de um búfalo, me unges com óleo fresco” (Sl 92,5-11).
Imagine que você fará uma longa viagem pelos mares. Imagine que é o comandante ... escolha o tipo de embarcação para essa viagem ...
Quem você levaria, entre seus colegas, para fazer parte da tripulação?
Reúna a todos ... entre na embarcação ... imagine-a ... veja se está tudo de acordo com o que você planejou ...
Comece a viagem ... a embarcação vai se distanciando da terra... agora, só se avistam céu e água... sinta o azul do céu em contraste com a águas do mar ... Pássaros no céu...
Sinta o movimento do barco... a brisa do mar ... o cheiro ... vá deslizando nas águas...
Veja lá ... terra à vista ... vegetação exuberante ... Você se aproxima mais e mais ... chaga à praia. Note como tudo é muito bonito ... sinta as ondas, batendo em suas pernas ao descer da embarcação. Veja o que você encontra, quando desce na nova terra ... analise tudo à volta. Olhe homens de corpos pintados que se aproximam de vocês ... peles-vermelhas ... usam penas para se enfeitar ... no corpo ... na cabeça...
Expressar vários sentimentos, atitudes, através do corpo. Mover-se muito delicadamente.
Amor pela criação e saudade de Deus: olhos fitos no horizonte, braços levantados e abertos em sinal de boas-vindas. Aflição, louvor, júbilo, alegria, adoração...
Imagine que levante-se e dirija-se a um grupo dos indígenas... estes estão trançando as palhas... misturam palha clara e palhas tingidas... fazem cestos de palha... esteiras com as quais recobrem as cabanas, servem de leito e protejem os alimentos... é a arte dos trançados.
Veja as máscaras... como são coloridas... são feitas das cascas de certas árvores... brinque com elas, coloque-as... Use também algumas penas para ornamentar seu corpo... coloque os colares... cocares... mantos... Você ficou igual a um índio...
Como ficou lindo... Como são bons os seus costumes... divirta-se aí... brinque com as crianças ... dance com elas... envolva-se totalmente com a arte indígena...
Nossa vida é uma dança. Já vi um balé sem ver a bailarina? Sentiu o ar sem sentir Deus?

5 de ago de 2012

ORAÇÃO

“Anunciar o teu amor, e tua fidelidade durante a noite, na harpa de dez e na lira, com cânticos na cítara” (Sl 92,3-4).
Deste modo os santos no céu nos assistem e intercedem por nós, pedindo que se faça justiça sobre a terra (ver Ap 6,9-11), e as orações dos santos (de todos: dos que estão nesta vida e dos que já vivem na glória do Pai) sobem ao Pai como incenso dos turíbulos de ouro dos anjos na grande liturgia celeste (Ap 7,9; 8,2-5).
Voltar ao mundo dos sentidos: respiração, sons, sensações. “Detectar” a Deus no ar que se respira, nos sons que se escutam, nas sensações que se sentem. Descansar em todo este mundo. Entregar-se ao mundo, a Deus.
Imagine-se diante de você ... analise-se... comece olhando os seus cabelos ... a sua fisionomia ... o seu corpo ... ele possui uma linguagem própria, através da qual se comunica com o mundo ... você é alegre... triste .. estudioso ... preguiçoso ... amoroso ... briguento...
Pense um pouco sobre você ... como você gostaria de ser ... está contente com o jeito que você é? ... ou acha que precisa melhorar em alguns aspectos?...
Observe-se bem... converse com você... como acha que deveria ser? ...
Todos os dias silencie-se e coloque-se diante de você mesmo, fazendo uma reflexão em torno da sua vida.
Agora, bem devagar, vá abrindo os olhos, espreguiçando-se e fale bem alto:
“Eu sou feliz!”
Ao começar a oração, lembre-se de pedir ao Senhor Deus o que quer. Cada palavra de oração oferece alguma dádiva especial, como aceitar o amor criativo de Deus ou vir a conhecer e amar Jesus de Nazaré. Nunca deixe de pedir a Deus o que você quer neste momento.
Meditação:
Enquanto reza: você não tem de “cobrir” certa quantidade de material. Quando encontra algum conceito ou sentimento que o atrai, fique tranquilamente ali. Quando terminar uma oração, siga em frente. Vivendo uma vida maravilhosa. O mundo é a “Igreja” de Deus. Ele está presente em cada casa até os núcleos das células das árvores.

4 de ago de 2012

O MAR

“Vou saciá-lo com longos dias e lhe mostrarei minha salvação” (Sl 91,16).
Depois de conduzir o relaxamento físico normal.
Imagine um oceano ... calmo ... de águas tranqüila ... um azul intenso. Lentamente, na sua imaginação, vá caminhando sobre as águas...sinta a temperatura da água em seus pés...a leveza de seu corpo sobre as águas ... a brisa em seu corpo .. o cheiro do mar...
Agora, na sua imaginação, vá penetrando no oceano ... como se fosse um peixinho ... veja quantas espécies de peixes há no fundo do mar ... passam muitos cardumes de peixes pequenos ... grandes ...são os animais aquáticos ...
Veja o cavalo-marinho nadar ... é lindo! ... a baleia ... como é grande ...Pelo seu tamanho deve saber tudo o mar, os ouriços ...a estrela do mar ...as algas ... elas se movem ... como aqui é tudo colorido ... muito bonito ...
Vá observando tudo isso é bonito ...importante. como eu sou importante por viver neste mundo maravilhoso. Estou em paz...
Agora, bem devagar, vá abrindo os olhos, espreguiçando-se.
Olha com um sorriso e experimentarás paz e segurança perfeitas. Não te preocupes. Não te chamei à agitação e ansiedade, mas à paz e ao repouso. Segura na minha mão e caminha comigo, e comigo descansa durante a noite.
E crescendo com o espírito de amor e respeito vai entender que ela é a própria natureza e, respeitando a si, respeitará o seu mundo e não o destruirá.
Meditação:
No momento da oração: como orar significa elevar a mente e o coração a Deus, comece sempre pedindo reverentemente ao Senhor Deus que o deixe ir à presença divina. Reconheça que já é totalmente conhecido por Deus Criador, que, em todos os momentos, o cria do nada. Assim, compareça  diante de Deus conscientemente, do jeito que você está no momento, com os temores ou alegrias, as convicções ou dúvidas, as vitórias ou derrotas que agora carrega.
“Outros barquinhos chegaram em Tibriedes, perto do mar onde comeram o pão, tendo o Senhor dado ‘graças’” (Jo 6,23).
Jesus pregava e fez muitos milagres perto do mar. “Andou sobre o mar” (Mt 6,48).

3 de ago de 2012

PARA SER UMA AVE

“Pois ele dará ordem a seus anjos para que te guardem em todos os teus passos. Em suas mãos te levarão para que teu pé não tropece em nenhuma pedra” (Sl 91,11-12).
Feche os olhos, relaxe todo o corpo, respire bem devagar, silenciosamente e, ao exalar o ar, relaxe todo o corpo.
Você está se sentindo bem ... relaxado ... tranqüilo. Mentalmente, veja-se diante de uma grande céu azul ... claríssimo ... inspire esse azul do céu. Você percebe que esse céu está sendo invadido por várias aves brancas ... voando calmamente ... calmamente ... livremente pelo espaço.
Sinta-se uma ave ... voe como ela ... voe ... vá observando o seu mundo aí de cima ... olhe os vales ... montanhas ... deslize sobre as flores do campo ... pelos jardins ... pela sua cidade...
Imagine-se uma ave e vá subindo para o céu azul ... que paz ... que felicidade ... como tudo aqui de cima é bonito. Sinta como o seu mundo importante ... e você é parte integrante dele ...
Agora, bem devagar, vá abrindo os olhos, movimentando os braços como se fossem asas e fale bem alto: “SOU FELIZ!”
Através deste exercício adquiro uma visão mais profunda de seu mundo, ativam sua observação, despertam os seus sentidos, sentem-se integrados na natureza, valorizando tudo que os rodeia.
Existe em mim um lugar de repouso onde deixas de viver para as coisas do mundo. Lá reinam a paz e repouso perfeitos porque o Santo Espírito é o repouso e eu sou o Príncipe da paz.
Sou teu refúgio e minha palavra é tua consolação. Se meditares em minha palavra, conhecerás uma paz perfeita que te preservará no meio da tempestade contra todo naufrágio espiritual.
As circunstâncias difíceis nas quais te encontras, e a deixá-las em minhas mãos. Deixa-me defender a tua causa.
Fiquemos livres como os pássaros.

2 de ago de 2012

ÁRVORE

“Para podermos exultar pela tua vitória e desfraldar estandartes em nome do Senhor nosso Deus” (Sl 13,20).
Depois de conduzir o relaxamento físico normal.
Mentalize agora uma árvore, imensa, de um verde brilhante maravilhoso ... fixe-se na árvore alguns instantes ...
Veja como ela é importante ... purifica o ar ... dá sombra ... dá alimento ... constrói casas ... os passarinhos cantam no alto de seus galhos ... ouça o gorjeio dos pássaros. Observe a árvore agora ...está mudando de cor ... e suas folhas se tornam amareladas, caem lentamente ... siga o movimento das folhas, caindo no chão ... que paz ... que tranqüilidade ... caem, lentamente, espalhando-se pelo chão. Caminhe por estas folhas ... caminhe ... sinta a maciez e o som ao caminhar sobre estas folhas ...
Agora repare que outras folhas bem verdes crescem no lugar daquelas que caíram...
Vejas as flores que começam a surgir ... para logo se transformarem em frutos. Frutos que amadurecem ... caem ... caem ... e, algum tempo depois, outros frutos aparecem em seu lugar.
Mas ... há algo que não muda na árvore, é a seiva que flui constantemente ... é o princípio que a alimenta, que não muda nunca.
Veja como somos parecidos com a árvore ... desde o nosso nascimento ... vamos nos modificando como a árvore ... mas a vida que alimenta a árvore é a mesma que nos alimenta.
Vamos então agradecer a Deus por esta vida maravilhosa que possuímos e valorizar nossa árvores que são tão semelhantes a nós...
Agora, bem devagar, vá abrindo os olhos, esticando-se todo e conte ao amigo ao lado como foi sua experiência.
Meditação:
Deposita teu fardo aos pés do Senhor e esquece dele.
Quando tu confias em mim torna-te justo porque realizas um ato de fé, e a fé justifica. O que diz a Bíblia? “Abraão creu em Deus, e isso lhe foi levado em conta como justiça” (Rm 4,3).
“Toda árvore boa produz bons frutos” (Mt 17,7).

1 de ago de 2012

APRENDO A SILENCIAR-ME

“Quando te invoquei, me respondeste, aumentaste em mim a força” (Sl 138,1-8).
Na quietude, com o corpo, vai-se aprendendo a silenciar-se.
Feche os olhos e relaxe todo o corpo, fique bem quietinho, não pode se mexer nem fazer nenhum barulho.
Inspire o ar bem devagar, silenciosamente e, ao expirá-lo, vá relaxando todo o corpo (três vezes).
Olhos fechados, bem relaxados, só na imaginação, sinta o agradável ar desta manhã, despertando para vida.
Mentalmente (só na imaginação) vamos saudar o nosso dia. Repita mentalmente: “Bom dia, Sol. Bom dia, Dia. Bom dia, dona Alegria”.
Confiante num novo dia, numa nova vida, sinta que dentro de você existe algo maravilhoso e a certeza de que você é a própria alegria.
Neste silêncio, agradeça a Deus pelo dia que começa. Pode-se colocar música no fundo.
Agora, bem devagar, vá mexendo as mãozinhas, a cabeça ... virando de um lado para o outro ... tudo bem devagar, o corpo, os pés, vá espreguiçando todo o corpo; assim como você vê um gatinho ao acordar, imite o gatinho. Ao abrir os olhos, vamos todos falar juntos, bem alto: “Bom dia, Sol. Bom dia, Dia. Bom dia, dona Alegria”.
Manter esse tipo de indiferença entre o número quase infinito de dádivas divinas faz da pessoa uma grande força para o bem. Que força tem quem não se importa onde vive, desde que as esperanças de Deus se realizem! Que força tem quem não se importa se é ou não rico, desde que a justiça de Deus seja feita! Essa pessoa encontra realmente Deus em todas as coisas – Deus que cria, Deus que suscita a justiça e a paz em todas as coisas. Deus que trabalha ativamente para que ninguém se perca e todos sejam levados ao Reino.
Por que insistes em carregar teus fardos quando eu me ofereci para carregá-los em teu lugar? Não sabes que me é impossível assumi-los enquanto continuares preocupado? Deves abandonar a mim tuas preocupações.

AGOSTO

“E, assim como quereis que os homens façam a vós, fazei do mesmo modo a eles”  (Jo 1,9)
O 8º Princípio Básico do  Amor- Exigente: Esperançador
Da crise bem administrada, surge a possibilidade de mudança positiva
Este é um princípio de extrema importância para que possamos atingir os resultados desejados com a aplicação do Programa Amor-Exigente. Devemos ter um plano de ação com metas, prioridades e  fazer o que precisa ser feito, sem pena do outro  ou de si próprios.
Princípios Éticos Institucionais de Amor-Exigente
8º Manter o caráter de grupo leigo e voluntário
8º Passo de Alcoólicos Anônimos (Narcóticos Anônimos)
Fizemos uma relação de todas as pessoas a quem tínhamos prejudicado e nos dispusemos a reparar os danos a elas causados.
8ª Tradição de Alcoólicos Anônimos
Alcoólicos Anônimos deverá manter-se sempre não profissional, embora nossos centros de serviços possam contratar funcionários especializados.