19 de abr de 2011

Tradições Bíblicas

Como cresceu as Tradições Bíblicas? Foram atualizado pelas mudanças políticas, sociais  e religiosas.Requeriam novas  expressões da fé. Eventos como a destruição do Templo de Salomão durante o Exílio Babilônia (587 – 538 B.C) e a destruição doTemplo de Herodes(70 C.E) causou mudanças nas matérias da Tradição. As dissolução das tribos de Israel e um rei como Saulo e Davi causou outras mudanças nas narrativas.Chegaram várias divisões das idéias divinas: Javistas, Eloistas, Sacerdotais e Deuteronomistas. Quando os peritos de Salomão (950 B.C) escreveram as palavras da Bíblia tinham que combinar todos estas interpretações. A raiz Bíblica,e  inspiracional, porém,  ficou como a inspiração de Deus nas palavras humanas. A comunidade da fé viva as Escrituras.
 

(Mc 1, 30-31)

 No evangelho segundo Marcos os gestos de Jesus são manifestação do amor e do poder que querem restaurar totalmente as pessoas. Foi por meio destes gestos de cura e de libertação que Jesus se revelou ao povo da Galiléia. A cura da sogra de são Pedro., é apresentado com um modelo típico. A mulher curada se levantou, pondo-se a serviço da comunidade convocado por Jesus:
“E a sogra de Simão estava deitada com febre; e logo lhe falaram dela.
Então, chegando-se a ela, tomou-a pela mão, e levantou-a; e imediatamente a febre a deixou, e servia-os”. (Mc 1, 30-31)
Conhecendo uma pessoa que precisa de sobriedade liga com a Dra. Sueli (19) 3794-2504.   

18 de abr de 2011

A palavra de Deus

Os profetas e outros líderes religiosos interpretaram corretamente a palavra de Deus. Freqüentemente o povo não aceitou as idéias divinas. Só mais tarde os discípulos dos profetas e o povo entenderam quais  proclamações proféticas foram autenticas. Isto quer dizer que os pronunciamentos Bíblicos devagar foram aceitas. Mais tarde os profetas e outros líderes proclamaram as tradições. Outros redefiniram as idéias e a comunidade da fé viva afinal aceitaram e viveram os textos. Devagar as tradições foram escritas e temos as Escrituras.
 

“Verdadeiramente este era Filho de Deus”.

No momento tão importante como a morte de Jesus na cruz, não há mensão dos discípulos mais conhecidos. Era um pagão romano que exclamou: “Este era verdadeiramente filho de Deus!”.Paralelamente, muitas mulheres, discípulas que seguiram Jesus desde a Galiléia até Jerusalém ficaram firmes diante da cruz e acompanharam o Senhor até o túmulo:
“E o centurião e os que com ele guardavam a Jesus, vendo o terremoto, e as coisas que haviam sucedido, tiveram grande temor, e disseram: “Verdadeiramente este era Filho de Deus”.
E estavam ali, olhando de longe, muitas mulheres que tinham seguido Jesus desde a Galiléia, para o servir;
Entre as quais estavam Maria Madalena, e Maria, mãe de Tiago e de José, e a mãe dos filhos de Zebedeu”. (MT 27, 54-56)
Conhecendo uma mulher que não vive ao pé da cruz e abusa de álcool e outras drogas liga para a Dra. Sueli (19) 3794-2504.

17 de abr de 2011

PENSAMENTOS QUE ALIMENTAM

Nós crescemos devido à alimentação de nossa mãe. O que cada pessoa é vem de tudo o que ela ingerir, e o mais importante são os alimentos. Fisicamente só vivemos porque comemos. Nós somos o que comemos. Quando passarmos para o outro mundo nosso corpo volta ao pó, que é o lugar onde as sementes crescem e, novamente, produzem comida para as novas gerações sobreviverem. É muito interessante meditar sobre o fato que nascemos e existimos à partir dos alimentos.
Para continuar a ler clique abaixo.

As tradições foram escritas e temos as Escrituras.

Os profetas e outros líderes religiosos interpretaram corretamente a palavra de Deus. Freqüentemente o povo não aceitou as idéias divinas. Só mais tarde os discípulos dos profetas e o povo entenderam quais  proclamações proféticas foram autenticas. Isto quer dizer que os pronunciamentos Bíblicos devagar foram aceitas. Mais tarde os profetas e outros líderes proclamaram as tradições. Outros redefiniram as idéias e a comunidade da fé viva afinal aceitaram e viveram os textos. Devagar as tradições foram escritas e temos as Escrituras.
 

(Mt 27, 19-20)

Em Mateus havia grupos de homem conspirando contra Jesus; mas ao mesmo tempo uma mulher estrangeira, insistiu em ressaltar a inocencia dele. O evangelista, com isso pretende nos surpreender. Jesus , o Justo foi vendido por um discípulo aos chefes do seu povo. No entando, a mulher de Pilatos, pagâ, instou diante da mais alta autoridade romana, afirmando que Jesus era um Justo e inocente das acusações atribuídas a ele.
“E, estando ele assentado no tribunal, sua mulher mandou-lhe dizer: Não entres na questão desse justo, porque num sonho muito sofri por causa dele.
Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram à multidão que pedisse Barrabás e matasse Jesus”. (Mt 27, 19-20)
Conhecendo uma pessoa que não defende Jesus e abusa de álcool e outras drogas liga com para a Dra. Sueli (19) 3794-2504.

16 de abr de 2011

E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus

 Mateus mostra como Jesus foi preso e perante as acusações ficou em silêncio. Enquanto isso estava acontecendo, vemos a narrativa sobre Pedro:
“Ora, Pedro estava assentado fora, no pátio; e, aproximando-se dele uma criada, disse: Tu também estavas com Jesus, o galileu.
Mas ele negou diante de todos, dizendo: Não sei o que dizes.
E, saindo para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que ali estavam: Este também estava com Jesus, o Nazareno.
E ele negou outra vez com juramento: Não conheço tal homem.
E, daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Verdadeiramente também tu és deles, pois a tua fala te denuncia.
Então começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou.
E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente”. (Mt 26, 69-75).
Conhecendo uma pessoa que nega Jesus pelo abuso de álcool e outra droga liga para Dra. Sueli (19) 3794-2504.

Iinspiração de Deus com palavras humanas

As tradições de Israel tinham diversidade como as duas historias da criação (Gen 1:1-2 e Gen 2:4-25). Outro exemplo seria os textos sobre a conversão de Paulo: (Gal 1:13-17, At 9:1-9 e 22:6-11 e 26:12-18). Vários autores na sua maneira escreveram sobre a inspiração de Deus com palavras humanas. Não pensaram muito em locais ou tempo. Queriam escrever teologia e espiritualidade. Afinal a autoridade da comunidade de fé definiu o que fosse a inspiração de Deus. De fato autoridade Bíblica é uma interação entre tradição autentica e a comunidade viva de fé. Aplicaram os textos escritos à sua vida atual.
 

15 de abr de 2011

Tradição

Porque temos tradição? Tradição é uma idéia básica relativa a identidade  da comunidade Cristã ao redor do Mar Mediterrâneo. Tradição mostrou ao povo a sua identidade. Por exemplo, os Israelitas chamaram-se “O Povo de Deus”. Acreditaram que foram o Povo de Deus e esse mostrou-lhes como devem viver na sua história. Queria dizer que Deus o chamou e estava liderando-os e protegendo-os. Acreditam que receberam a revelação divina e viviam na sua comunidade de fé segundo estas regras. Outro exemplo é a Tora de Moises que é a mesma coisa como o Pentatéuco. Nos seus momentos melhores viveram segundo aquela lei. Os profetas como Isaías e outros pregaram a lei e os Dez Mandamentos. Estas idéias foram mais orais do que escrita.

Por que afligis esta mulher?

    Mateus inicia a narrativa de paixão com o lavar dos pés de Jesus por uma mulher que deseja ugi-lo. A mulher é apresentada como a única que entendia o que estava para acontecer. Ela ugia a Jesus com a perfume, em preparação para o seu enterro. Mateus explica assim o seu gesto:
“Aproximou-se dele uma mulher com um vaso de alabastro, com ungüento de grande valor, e derramou-lho sobre a cabeça, quando ele estava assentado à mesa.
E os seus discípulos, vendo isto, indignaram-se, dizendo: Por que é este desperdício?
Pois este ungüento podia vender-se por grande preço, e dar-se o dinheiro aos pobres.
Jesus, porém, conhecendo isto, disse-lhes: Por que afligis esta mulher? pois praticou uma boa ação para comigo.
Porquanto sempre tendes convosco os pobres, mas a mim não me haveis de ter sempre.
Ora, derramando ela este ungüento sobre o meu corpo, fê-lo preparando-me para o meu sepultamento.
Em verdade vos digo que, onde quer que este evangelho for pregado em todo o mundo, também
será referido o que ela fez, para memória sua”. (Mt 26, 5-11).
Conhecendo uma pessoa que não entende a doutrina de Jesus e abusa de álcool e outras drogas liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504.

14 de abr de 2011

“Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!”

O banquete de casamento é um antigo símbolo de comunhão entre Deus e todos os que são fiéis até o fim. Quem tiver discernimento diante dos acontecimentos históricos, permanece fiel a Deus e entra na sua comunhão. As pessoas imprudentes ou descuidadas, que ouvem a palavra de Deus e não a praticam ficam a gritar: “Senhor! Senhor! Abre-nos a porta!” (Mt 25,12).
Podemos refletir sobre a infidelidade destes cristão e dizer “não vos conheço!”
Conhecendo uma pessoa que não ouve a palvra de Deus e abusa de álcool e outras drogas liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504. 

13 de abr de 2011

O “autor”

Para entender bem as escrituras temos que ver o “autor”. Muitos peritos põem  ênfases a história e a vida do autor. Também é importante estudar o ambiente político e religioso do autor e ver para quem ele está escrevendo. Tendo entendido essas idéias é mais fácil interpretar o que os textos querem dizer.  Hoje procuramos entender para quem as escrituras foram escritas; quer dizer, “o recipiente”. Várias vezes o recipiente tem idéias errôneas sobre a história do mundo e a religião. Também a gente numa situação de opressão política,  econômica e religiosa vai interpretar a Bíblia diferentemente de um povo seguro e confortável. Hoje em dia espiritualidade não é exclusivamente individual.  Não temos “eu” porém “nós” na espiritualidade. Interpretamos a Bíblia na comunidade da Fé. 
 
 

(Mt 25, 5-10).

A grande esperança da primeira geração Cristã concistia na certeza de que Jesus Ressuscitado viria em breve, para julgar o Império Romano, salvando e libertando, assim, seu povo. A medida que as décadas passavam, porém muitos Critãos iam perdendo o elâ de viver como seguidores dedicados de Cristo. As muitas palavras e alegorias que encontramos no Evangelho são advertências para estes Cristãos. Explica Mateus:
“E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram.
Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.
Então todas aquelas virgens se levantaram, e prepararam as suas lâmpadas.
E as loucas disseram às prudentes: Dai-nos do vosso azeite, porque as nossas lâmpadas se apagam.
Mas as prudentes responderam, dizendo: Não seja caso que nos falte a nós e a vós, ide antes aos que o vendem, e comprai-o para vós.
E, tendo elas ido comprá-lo, chegou o esposo, e as que estavam preparadas entraram com ele para as bodas, e fechou-se a porta”.      (Mt 25, 5-10).
Conhecendo pessoas imprudentes com álcool e outras drogas liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504.

12 de abr de 2011

“Interpretação”

Nos primeiros séculos da Cristandade o foco era principalmente na “Interpretação” da mensagem de Deus.  Hoje entendemos quatro influencias: literal, alegórica, moral e escatológica. O sentido literal quer dizer que estudamos exatamente o que as palavras querem dizer. Assim como pais freqüentemente não entendem as palavras dos filhos nós não endentemos os sentidos das palavras da antiguidade. Por isso temos problemas. O sentido alegórico pode ser como “Maria pegou a parte melhor porque sentava aos pés de Jesus. Morta trabalhando pegou segundo lugar” (Lc 10.38). O sentido moral é para nutrir a vida interior do povo de Deus. Muitas vezes negligenciamos o sentido original como justiça e responsabilidades sociais. O sentido escatológico indica a glória do futuro Reino de Deus (Ap. caps. 21.22).
 

A alegoria de dez jovens

No capítulo 25 de Mateus ele cita Jesus falando sobre a alegoria de dez jovens, a metade delas sabia discernir a vontade de Deus no decorrer da história. A outra metade assumiu uma responsabilidade, mas não levou até a realização prática e correta. A tarefa destas moças eram iluminar o caminho do esposo até o local onde se realizariam a festa do casamento. Os profetas Isaías, Ezequiel e Oséias usam a metáfora do esposo para falar da relação entre Deus e o seu povo. Se você conhece alguma pessoa que não sabe discernir a vontade de Deus abusando  de álcool e outras drogas liga com a Dra. Sueli (19) 3794-2504.

11 de abr de 2011

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL


CONFERÊNCIA INTERNACIONAL
FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS: Aplicando as melhores práticas na redução do uso de drogas,

Evento promovido pela Drug Prevention Network of the Americas (DPNA/RIPED) em parceria com a Instituição Padre Haroldo e apoio de diversas instituições nacionais e internacionais reunirá alguns dos maiores especialistas de todo o mundo em Campinas, São Paulo

Objetivo: Promover o intercâmbio de informação científica atualizada sobre o consumo de álcool e outras drogas psicoativas e debater leis, políticas e programas específicos para reduzir seu uso nas Américas.

DATA: 09 e 10 de maio de 2011.
LOCAL: Instituição Padre Haroldo – R. Dr. João Quirino do Nascimento, 1.601 – Jardim Boa Esperança Campinas / SP  mais informações no site http://www.padreharoldo.org.br/
Mais informações clique abaixo.

Qual interpretação é correta?

Hermeneutics quer dizer “interpretação”. Exatamente que quer dizer a Bíblia? Qual interpretação é correta?  Para responder temos que ver três coisas: o autor; a mensagem; e o recipiente. Quando todas as pessoas pertenciam a uma comunidade como os primeiros Israelitas não tinham problema. Quando levaram a varias diferentes comunidades tinha que entender quem era o autor, a mensagem e como o novo grupo estava recebendo a palavra de Deus. Os primeiros Cristões prestaram atenção principalmente a mensagem. Hoje temos quatro divisões: literal, alegórica, moral e escatológica. Por estas razões muitas pessoas falam de maneiras diferentes sobre os textos da Bíblia. A Igreja Católica demanda oficialmente a interpretação de um texto: “ Isto meu corpo, isto meu sangue” (1Cor 11, 17-34). Segundo a fé Católica Jesus Cristo glorificado está na “Santa Hóstia e a Santa Cálice”. Peritos, indivíduos e pregadores são livres na força do Espírito Santo para interpretar os outros textos. 

Casa na areia

No Evangelho de Mateus há sete discursos sendo seis de Jesus. A última é sobre a destruição da cidade de Jerusalem e do seu templo que aconteceu no ano 70 com o general Tito. No capítulo 25 de Mateus a história é de dez jovens em que alguns foram prudentes e outros não. Também Jesus fala sobre pessoas que constroem suas casas em cima da rocha. As imprudências ou tolas são todos aqueles que ouvem a palavra e não a praticam e constroem sua casa na areia. Se conhecer algumas pessoas que construiram a sua casa sobre areia ou são dos jovens imprudentes liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504.

10 de abr de 2011

ORAÇÃO CONTEMPLATIVA

 Várias pessoas reclamam que não sabem rezar. Mas, na realidade, é muito fácil.
Temos que rezar mais com o coração do que com a cabeça. Acentuam-se o silêncio, a respiração, o relaxamento dos músculos, a pacificação do nível sentimental-emocional, a concentração e a oração com o corpo. A oração nos ensina o controle da mente e o uso da imaginação.
Para continuar a ler clique abaixo.

A palavra de Deus” ao povo de Deus

A Douay-Rheims versão das Escrituras era exclusivamente a Bíblia autoritária na Igreja Católica até 1943 quando o Papa Pio XII escreveu “Divino Afflante Spiritu” pedindo os peritos para voltar aos manuscritos na linguagem original querendo produzir novas traduções. Agora só no Brasil tem algumas 23 versões da Bíblia. Uma das traduções melhores é a Bíblia de Jerusalém (1954). Cada tradução tem pontos positivos e negativos. É difícil dar uma boa tradução as palavras de outras línguas. De vez em quando perde o sentido original da Bíblia quando os peritos tentam por as Escrituras na língua comum da rua. Os peritos devagar estão usando metodologias melhores para dar “a palavra de Deus” ao povo de Deus.

Temos que ter fé, esperança e amor

Jesus fala sobre a consumação do mundo. Fez uma advertência:
“Mas ai das grávidas e das que amamentarem naqueles dias! E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno nem no sábado; Porque haverá então grande aflição, como nunca houve desde o princípio do mundo até agora, nem tampouco há de haver. E, se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias”. (Mt 24, 19-22).
Temos que ter fé, esperança e amor. Para discernir a vontade de Deus. As mães sofrem especialmente por causa dos filhos. Neste texto pensamos não só das mulheres mas também dos seus filhos. Tendo um filho com problema liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504.

9 de abr de 2011

(Mt 9,16-22)

Jesus falando com um jovem rico cita o madamento de honrar  pai e mãe.
“E eis que, aproximando-se dele um jovem disse-lhe: Bom Mestre, que bem farei para conseguir a vida eterna?
E ele disse-lhe: Por que me chamas bom? Não há bom senão um só, que é Deus. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos.
Disse-lhe ele: Quais? E Jesus disse: Não matarás, não cometerás adultério, não furtarás, não dirás falso testemunho;
Honra teu pai e tua mãe, e amarás o teu próximo como a ti mesmo.
Disse-lhe o jovem: Tudo isso tenho guardado desde a minha mocidade; que me falta ainda?
Disse-lhe Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu; e vem, e segue-me.
E o jovem, ouvindo esta palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades”. (Mt 9,16-22)
Geralmente pessoas que abusam de álcool e outras drogas não horam mãe e pai. Conhecendo uma
pessoa deste tipo liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504.

8 de abr de 2011

O casamento é graça de Deus

Mateus apresenta a dignidade da mulher e mostra que o casamento é graça de Deus.
“Então chegaram ao pé dele os fariseus, tentando-o, e dizendo-lhe: É lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?
Ele, porém, respondendo, disse-lhes: Não tendes lido que aquele que os fez no princípio macho e fêmea os fez,
E disse: Portanto, deixará o homem pai e mãe, e se unirá a sua mulher, e serão dois numa só carne?
Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.
Disseram-lhe eles: Então, por que mandou Moisés dar-lhe carta de divórcio, e repudiá-la?
Disse-lhes ele: Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim.
Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério”. (Mt 19, 3-9)
Jesus apresenta a dignidade humana e do homem e da mulher que são imagens de Deus. O casamento é graça de Deus e união fiel e indisolúvel como o próprio amor de Deus.
Conhecendo uma pessoa que precisa de ajuda liga com Dra. Sueli (19) 3794-2504.


7 de abr de 2011

Reino de Deus

A esposa e os filho são meros objetos. Jesus afirma, porém , com a vinda do Reino de Deus tudo mudará: o valor das pessoas, o amor mútuo, e o perdão seráo colocados em primeiro lugar.
  Sueli e a sua equipe trabalham para recuperar milheres e homens de abuso de alcool e outras drogas. Telefone (19) 3794-2504.

6 de abr de 2011

(Mt18, 23-25)

 Em Mateus vimos que uma mulher, marido e filhos foram jogados na prisão por causa de uma dívida. Mostra a crueldade da época.
“Por isso o reino dos céus pode comparar-se a um certo rei que quis fazer contas com os seus servos;
E, começando a fazer contas, foi-lhe apresentado um que lhe devia dez mil talentos;
E, não tendo ele com que pagar, o seu senhor mandou que ele, e sua mulher e seus filhos fossem vendidos, com tudo quanto tinha, para que a dívida se lhe pagasse.” (Mt18, 23-25)
 
 

5 de abr de 2011

O uso da Bíblia

Todo o mundo considera a Bíblia como a palavra de Deus. Contém uma força que consideramos espiritual. Mostra o poder de Deus. É muito mais maravilhoso e dramática do que os filmes de Hollywood. Para ler a Bíblia pode ser modesta e sem muita educação. Qualquer pessoa recebe o poder do “Reino de Deus” contido na Bíblia. A Bíblia tem muita ação e demosntra todas as emoções. Os segredos e místérios da Bíblia são difíceis. Com o uso de toda a ciência humana estamos encontrando mais e mais segredos gloriosos nas páginas chamadas a Bíblia.
 

4 de abr de 2011

A Bíblia

A Bíblia começou 3.500 anos atrás. Contém 66 livros com quarenta autores. O primeiro testamento tem 39 livros e o segundo 27. O velho testamento é uma profecia do que vai acontecer no novo testamento na vida de Jesus e seus apóstulos.  As comunidades de Mateus, Marcos , Lucas e João escreveram os Evangelhos. Mateus e João eram entre os discípulos de Jesus. Marcos e Lucas viajaram com Pedro e Paulo. Ou original é a inspiração divina. O que usamos hoje é quase a mesma Bíblia que foi inspirada. Pode ser usado com toda a confiança que é a palavra de Deus.
 

3 de abr de 2011

Apocalipse II Duce: foi considerado para o canditado para anticristo.

Durante duas guerras mundiais atenção foi dado ao Benito Mussolini.  Era um professor da escola. Recebeu dinheiro do seu amante para abrir o seu jornal. As suas palavras e o jornal em 1922 ganhou para Mussolini o lugar de primeiro Ministro. Usou terror para continuar . Invadiu Etiópia em Outubro em 1935 e queria invadir o território que hoje chamamos de Israel, mas não tinha o exército necessário para isto. Como comandante do exército Mussolini era um desastre perdendo uma batalha após a outra. Os aliados destruiu o exército Italiano antes que Mussolini foi assassinado em Roma.  
Vão chegar outros personagens intiludados anticristo.
Finalmente Jesus Cristo reinará como o Rei de Paz e Amor.
 
 

2 de abr de 2011

Apocalipse: Napoleão foi considerado como um canditado para o anticristo.

Infelismente alguns escritores consideram Napoleão como o anticristo. São completamente errados. Napoleão foi um comandante do exército. Para alguma razão saiu do exército e vivia nas ruas de Paris sem dinheiro e sem trabalho. Em 1795 voltou para o exército e mostrou o seu gênio e logo foi dado o comando do exército Frances durante a ocupação da Itália. Ele conquistou os Hapsburgs. Conquistou os territórios do Vaticano, invadiu o Êgito e logo controlou o país. Facilmente controlou Palestina. Afinal Napoleão foi conquistado pelo Duke de Wellington em  Waterloo em 1815. Foi mandado ao exílio. Evidentemente não foi o anticristo.

1 de abr de 2011

OBSERVAR

Uma lenda antiga diz que quando Deus estava criando o mundo, quatro anjos o observava. O primeiro anjo perguntou: -“Como o Senhor está fazendo isso?”. O segundo: -“Porque o Senhor está fazendo isso?”. O terceiro: -“Posso ajudar?”. O quarto: -“Quanto vale?”.
            O primeiro era um cientista; o segundo um filósofo; o terceiro era um assistente social; e o quarto um corretor.
Para continuar a ler clique abaixo.

Apocalipses: Nero um candidato para o Anticristo

Luicius Domitius Nero era um “caesar” para 14 anos. Na primeira parte da sua vida, ajudou a vida romana na parte política e social. Em A.D 59, Nero mudou e começou um “reinado de terror”. Matou muitos cristãos incluindo Pedro e Paulo. Em A.D 64 Roma foi destruída pelo fogo por 9 dias. Nero culpou os cristãos. Depois Nero chegou ser um místico estudando Zoroastrismo, Genoticismo e Cristianismo. Depois do ano 66 Nero passou um 15 meses andando como um acético sem sapatos, e recitando poesias e tocando música. No fim Nero se matou e foi sepultado pela sua esposa,  Acte. Por causa do seu “reinado de terror” vários cristãos consideraram Nero como o Anticristo.