9 de mai de 2012

O SEGREDO

“A minha casa é uma casa de oração” (Lc 21,46).
Milhões e milhões de anos, na nossa contagem terrestre do tempo, levou o Criador preparando um simples grão de mostarda ou um ser humano. Desde sempre preparou a Virgem Maria para que nela fosse gerado, por obra de seu Santo Espírito, Jesus, Nosso Senhor. Jesus, por sua vez, preparou os corações e mentes dos discípulos. E também os fez participantes deste “ministério e mistério” de preparação, em particular da preparação da Santa Ceia.
Mostramos que aprendemos a lição amorosa do Pai. Ele nos prepara para mergulharmos na contemplação do Ministério da Morte e Ressurreição do Salvador do Mundo, o Mistério Pascal.
Levemos em conta dois pontos nos mistérios da Paixão, a saber:
• “Como Cristo Nosso Senhor padece na Humanidade ou quer padecer...esforçando-me por condoer-me, entristecer-me e chorar...”
• “considerar como a Divindade se esconde: poderia destruir seus inimigos e não o faz; e deixa tão cruelmente sua sacratíssima humanidade”
Empenhamo-nos seriamente em nos condoer, até as lágrimas, diante da Paixão e Morte na Cruz do Nosso Senhor. Afinal, louvamos o palhaço que esquece da sua dor e se empenha em fazer rir, alegrando a criançada. Também observemos que o grande escândalo do mundo é que Deus poderia impedir tanta miséria e dor, e não o faz. Não destrói os seus inimigos e perseguidores, os seus maus juízes e carrascos.
Meditação:
Podemos descobrir, com o auxílio do Espírito, a Paciência amorosa do Pai e nos envergonhar da nossa impaciência e do nosso recurso fácil à violência.
Entre o segredo do coração de Jesus. Nosso Pai celestial, que ouve o que você lhe diz em segredo, há de recompensar você. Diga o nome de Jesus. O Nome que lhe foi dado para a sua salvação. Diante desse Nome único “se dobram todos os joelhos: no céu, na terra e nos infernos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário