29 de jul de 2012

SONS

“Antecipo a aurora e peço socorro, espero nas tuas palavras” (Sl 119,145-152).
Feche os olhos e relaxe todo o corpo, fique bem quietinho, não pode se mexer nem fazer nenhum barulho.
Inspire o ar bem devagar, silenciosamente, e ao expirá-lo, vá relaxando todo o corpo (três vezes).
Olhos fechados, bem relaxados, só na imaginação, sinta o agradável ar desta manhã, despertando à vida.
Mentalmente (só na imaginação), vamos saudar o nosso dia. Repita mentalmente comigo: “Bom dia, Sol. Bom dia, Dia. Bom dia, dona Alegria”.
Confiante num novo dia, numa nova vida, sinta que dentro de você existe algo maravilhoso e a certeza de que você é a própria alegria.
Neste silêncio, agradeça a Deus pelo dia que começa. Pode uma colocar música de fundo.
Tapar os ouvidos com os polegares e os olhos com as mãos. Escutar o som da tua respiração. Depois de 10 respirações, descansar as mãos sobre o ventre, manter os olhos fechados, escutar todos os sons próximos, o mais suave, o mais longe.
Existe o silêncio no centro de cada som. Os sons distraem quando se quer repeli-los ou fugir deles. Percebê-los! Cada som tem dezenas de sons dentro: tentar recolhê-los todos.
Através dos exercícios de relaxamento, vamos buscar uma informação que se origina em nosso interior, uma auto-educação.
Vamos buscar também uma forma subjetiva de nos educar, através da imaginação e das nossas fantasias...
Comece sentindo o seu corpo, depois as coisas à sua volta e logo notará a paz e a felicidade que uma auto consciência desenvolvida lhe trará.
Faça qualquer oração que você saiba ritmicamente, pronunciando uma palavra ou frase cada vez que inspirar, ou der um passo, ou ouvir as rodas do metrô passando por um divisor de trilhos.
Naturalmente, em todo modo de orar, começa-se a concentrar em Deus, pedindo ao Senhor o que quer, e termina falando com seu Criador e Senhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário