19 de jul de 2012

OBRIGADO!

“Para que governe teu povo com justiça e com retidão os teus pobres. As montanhas tragam a paz e as colinas lhe tragam justiça” (Sl 72,1-3).
Numa revista sobre educação, estava escrito: “Veja como uma criança aprende a dizer ‘obrigado’, sem ter talvez sentimento de gratidão”.
E essa falta de gratidão, de amor, que contém certa indiferença, se reflete nela e no mundo. Haja vista o que o homem está fazendo com seu habitat: destruindo-o, por falta de conhecimento e respeito a si próprio.
Devemos, então, o quanto antes levar o nosso educando a descobrir a beleza do verde, o colorido das flores, a intensa luz do sol e do brilho das estrelas. Para que possa sentir a beleza de uma rosa em um canteiro, e meditar sobre o seu perfume e sobre os seus espinhos.
Você, que agora está lendo estas reflexões, feche os olhos ... e sinta-se uma rosa ... firme em seu canteiro ... Vem o vento ... a chuva .... o sol ... e ela, firme, enraizada no solso, exibindo toda  a sua beleza para aqueles que a fitam. E sem perder a beleza,  nem o perfume, mesmo com todos os seus espinhos.
Você já imaginou que poderia ser como essa rosa? E que, de certa forma, isso é possível?
O ser humano é o objeto mais importante de estudo.
Como, também, é importante amar e ser amado, respeite-se e seja respeitado, sentindo a vida, cuidando de si, satisfazendo-se em sua totalidade. E, a partir disso, poder compartilhar suas ligações e responsabilidades para com os outros.
Se não nos amarmos, se não nos respeitarmos, se não cuidarmos de nós mesmos, de onde vamos tirar o amor, o respeito, o cuidado, por alguém?
Meditação:
Pensamos no poder das mãos erguidas. “Escuta a voz de minha súplica quando te peço ajuda, quando elevo as mãos para teu santo templo” (Sl 28).
É certo que: “Ainda não se manifestou o que somos, mas nós já somos filhos de Deus!” (1Jo 3,2).

Nenhum comentário:

Postar um comentário