20 de jul de 2012

HONESTIDADE

“Não diz a Escritura que ele será da estirpe de Davi e que ele virá de Belém, a cidadezinha de onde Davi era originário? Deste modo, a multidão se dividiu a seu respeito. Alguns dentre eles quiseram prendê-lo, mas ninguém pôs a mão nele” (Jo 7,42-44).
Devemos ler a Bíblia com cuidado. Vimos que Lucas diz que o povo de Beréia se doou de coração inteiro à tarefa de analisar diariamente as Sagradas Escrituras. Também Lucas empregou a palavra, que era habitualmente usada nos círculos da lei durante o primeiro século para descrever o cuidadoso e meticuloso interrogatório, ou uma cuidadosa investigação das evidências. O estudo das Escrituras não é um exercício que pode ser feito corretamente quando é forçado freneticamente em poucos minutos de sobra num dia superlotado. Devemos examinar a Bíblia com a eficácia do povo de Beréia. As Escrituras não podem entregar seus tesouros para o homem ou mulher que está numa pressa muito grande para conseguir lê-la adequadamente.
Todos somos capazes de dedicar bastante tempo para atividades regulares, mas de pouco rendimento. Muito tempo nosso é desperdiçado. É muito fácil dedicar mais tempo para o jornal, ou para um programa de televisão do que à Bíblia. Essas atividades nem sempre são lucrativas, e podem até estar nos prejudicando. Mas seremos mais do que recompensados por cada momento que dedicamos à Bíblia. Explorando esta vasta mina da verdade fará de nós pessoas muito melhores. Obedecer seus mandamentos e aceitar suas promessas acarretará  em uma paz mais profunda, aumento da confiança. Teremos fé mais rica, maior capacidade, e melhor de tudo, amor renovado pelo próximo, assim como por Deus que nos deu este tesouro inestimável, as Escrituras.
Meditação:
“Mas vós nunca escutaste a sua voz, nem vistes o que o manifestava, e a sua palavra não permanece em vós, pois não credes naquele que Ele enviou. Vós perscrutais as Escrituras porque pensais adquirir por elas a vida eterna, e são eternamente elas que dão testemunho a meu respeito, mas vós não quereis vir a mim para terdes a vida eterna” (Jo 5,37-40).
“Se alguém tem sede, venha a mim e beba aquele que crê em mim. Como disse a Escritura: ‘Do seu seio jorrarão rios de água viva’”. Ele designava o Espírito que deviam receber os que creiam nele: com efeito, ainda não havia Espírito porque Jesus ainda não fora glorificado (Jo 7,37-39).

Nenhum comentário:

Postar um comentário