26 de mai de 2013

NOME DE JESUS

NOME DE JESUS
“Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do Menino, foi lhe dado o nome de Jesus, conforme o chamou o Anjo, antes de ser concebido” (Lc 2,21)
Preparo-me! Escolho um lugar que favoreça o recolhimento. Deixo-me pacificar, sabendo que Deus me quer junto d’Ele.
Recordo a história: “Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do Menino, foi lhe dado o nome de Jesus, conforme o chamou o Anjo, antes de ser concebido” (Lc 2,21)
Vou empenhar-me em acompanhar o itinerário de Jesus, desde criança de colo até a Cruz e a Ressurreição, ouvindo tanta gente pronunciar teu Nome bendito, alcançando graça nas mais diversas situações de vida, com:
Maria e José, com carinho e profundo amor que o chamam: “Yehoshuá” (Javé salva).
Tanta gente que o chama pelo nome: Nome que opera milagres, cura, restaura, perdoa, reconcilia: Jesus, Filho de Davi, tem compaixão de mim – de nós! (Mc 10,47); Jesus, Mestre. Tem compaixão de nós! (Lc 17,13).
Ver a Cruz, onde Ele derramou o seu sangue e na qual Pilatos mandou afixar o seu nome: Jesus de Nazaré: o Rei dos Judeus (Jo 19,19).
Os primeiros cristãos, sendo batizados no Nome de Jesus (At 2,38).
Os apóstolos, primeiros discípulos e discípulas, ensinando em nome de Jesus, levando o conhecimento de seu nome aos pagãos de toda parte.
Percorrerei, então, a minha própria vida, “vendo e sentindo” a minha salvação, de outras pessoas próximas, de famílias, de povos... Salvação operada pelo nome de Jesus em momentos especiais. Vou me empenhar em ouvir e sentir a invocação deste Nome por um número incalculável de pessoas: crianças e adultos, enfermos e agonizantes, virgens, místicos, mártires, gente de todas as raças, línguas e nações...                                                    
No final do tempo da oração, procurarei intensificar a prece, tornando-a mais insistente, dialogal, recolhendo tudo o que aconteceu. Com a gratidão que puder, direi finalmente: “Pai-Nosso”.
“Jesus chama seus discípulos para se juntarem a Ele e para que façam o que Ele faz. Ele permanece com seus discípulos e trabalha com eles. Ele quer que todos os que o seguem se juntem a Ele neste grande projeto.” (Mt 4,18-20)
“Cantai a Deus, cantai hinos a seu nome, aplanai a estrada para o que cavalga as nuvens; ‘Senhor’ é seu nome, alegrai-vos diante dele”.
Jesus é meu nome. Eu sou teu Deus. Sou o mestre absoluto do universo. Eu cavalgo os vento violentos, todas as tempestades. Não existe nada, nem nenhuma circunstância, que eu não possa controlar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário