17 de jun de 2013

HUMILDADE

“Que tua mão direita não saiba o que faz a tua esquerda” (Mt 6,3)
Ouço a proposta de vida de Jesus: não são os reinos deste mundo, nem as suas honras e o seu orgulho que garantem a Paz. A Paz é dom d’Ele, que escolhe estar no meio dos fracos e pequeninos, aberto aos pecadores e excluídos, como os sofredores da lepra! A Paz é dom d’Ele, que não tinha aonde repousar a cabeça (Mt 8,20). Afirma: “Quem quiser ser o primeiro, se faça o último” (Mc 9,35).
Reflito para tirar algum proveito. Estou livre do espírito deste mundo: ambição, cobiça, drogas vontade de aparecer? Quero deixar-me libertar por Jesus e abraçar a pobreza evangélica, ouvindo, afinal, o Sermão da Montanha?
Quero aprender, então, com a Sua proposta de vida verdadeira, vida filial, vida fraterna. É oposta claramente às mentiras, que incitam a possuir dinheiro para adquirir prestígio e influência, “ser e aparecer”, estar “na sua”, em “segurança”. Jesus é diferente! Ele nos chama a imitar a simplicidade e a entrega das crianças. Ele apela para vivermos solidariedade, sem discriminações: “Que tua mão direita não saiba o que faz a tua esquerda” (Mt 6,3).
Com quem eu quero ir? Que proposta o meu coração me impele a adotar?
No momento do silêncio, procurarei verificar se alcancei os desejos. Anotarei o que for mais importante para aproveitar no discernimento dos rumos da minha vida, segundo as inspirações do Senhor.
Meditação:
Jesus sacia a fome do povo. Eles tentam fazê-lo rei. Ele não permite e retira-se. (Jo 6,1-15)
Jesus pergunta a seus amigos o que o povo pensa dele. Depois pede-lhes sua opinião. Pedro fala em nome de todos: “Tu és o Cristo”. (Mt 8,27-30).
“Jesus conta o que Ele pode prever e o que foi profetizado sobre seus sofrimentos. Pedro protesta. Jesus repreende-o”. (Mc 8,31-33).
Lembrete:
Disse Jesus: Quem não nascer do Alto não pode ver o Reino de Deus (...) quem não renascer da água do Espírito não pode entrar no Reino de Deus. O que nasceu da carne é carne; o que nasceu do Espírito é espírito (Jo 3,3.5). Pedro inaugurou a pregação apostólica no dia de Pentecostes dizendo ao povo: Arrependei-vos: que cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para a remissão dos pecados (At 2,38).

Nenhum comentário:

Postar um comentário