14 de set de 2012

SÚPLICAS

“Pensei, pois, nesse problema, porém achei difícil demais para meus olhos. Até que entrei no santuário de Deus e entendi qual era o fim deles” (Sl 73,1-17).
Preparar-se, como ficou explicado.
Ir percorrendo o Pai Nosso prestando atenção ao que lhe é dado sentir no coração.
A partir do que lhe for dado sentir, entender, lembrar, vá parando, sem pressa, e fazendo seus pedidos, súplicas, ações de graça, ou simplesmente dando um tempo para saborear...
Não hesite em fazer seus pedidos a respeito do que aparecer como tentação, mau desejo, mau pensamento, distrações... Tudo isto podemos ir colocando nas mãos de Jesus para que ele converta, cure, aproveite, tirando bem do mal como só ele mesmo sabe fazer!
Põe-se mais conscientemente na presença do Salvador, imaginando-o pregado na cruz por amor de cada um de nós, ou olhando um Crucifixo, ou de outro modo que mais ajude, e deixando seu coração lhe ensinar o que falar a Jesus.
Começar invocando o Espírito Santo, pedindo luz para acolher suas inspirações e recusar as tentações, seduções e insinuações do mal!
A nós descei, divina Luz! A nós descei, divina Luz! Em nossas almas acendei o amor, o amor de Jesus! O amor, o amor de Jesus!
Agradecer, reconhecendo o que aconteceu de bom em mim, nos/as irmãos/irmãs, no mundo...
- O que percebo que pensei, fiz ou promovi de bom, de útil, de evangélico neste dia?
- O que testemunhei nos outros e que foi bondade, generosidade?
- O que soube dos acontecimentos de minha comunidade, cidade, país, outros países, Igreja e que foi de valor positivo para o Reino de Deus?
Lembrete:
Se eu decretei prosperidade para ti, tu a terás sem dúvida  (cf. Jó 22,24). Quando eu lavro um decreto, ele se executa sem dúvida. Quando eu ordeno bênçãos, nenhum ser humano ou demoníaco pode se opor ao meu projeto. E eu te declaro que todo o ouro das nações te será dado para que realizes a minha vontade, que construas e faças tudo o que eu te mandei fazer (cf. Ageu 2,8).

Nenhum comentário:

Postar um comentário