19 de abr de 2013

SEGURA NA MÃO DE DEUS

“O Senhor jamais esqueço de todos os seus benefícios”(Sl 102)
Exercícios espirituais são para vencer–se a si mesmo e ordenar a própria vida sem determinar por nenhuma afeição desordenada. Assim procuro dar oportunidade, ter um processo e maneiras de ordenar minhas afeições, os meus desejos e as minhas intenções. Isto é: com a graça de Deus “vence a mim mesmo”. Deste modo viverei a vida nova, a vida no espírito, escutando o apelo à conversão que abre o caminho para o evangelho do Reino (Mt 4,23).
Convertido, já não corre o risco de tomar decisões cegado por paixões e interesses, pela força de preconceitos e por maus hábitos ou vícios.
Por isso mesmo, viverei no poder divino de estar livre para amar e servir. Pode ouvir a palavra de Deus, consultar os seus apelos e inspirações e tomar um rumo marcado pelo serviço do Reino, o compromisso com a missão que Cristo confere aos discípulos. Vou me empenhar em viver como convertido. Com liberdade interior crescente vou deixar Deus me inspirar, para “buscar e encontrar a Sua vontade.
Acalmo-me e dirijo-me ao senhor e amigo, falando sobre o conteúdo de cada situação daminha vida que fui “empacotando” na “mochila, a bagagem da minha vida...conforme o que sinto, ora louvo “bendize, ó minh’alma, o Senhor jamais esqueças de todos os seus benefícios”(Sl102(3),1); ora suplico “Ó Deus, ouve o meu grito, atende a minha prece (Sl61(60),2). Volto-me ao Senhor Jesus que me afirma: “meu julgo é suave, meu fardo é leve”(Mt11,30)
Quando tempo que tenho para rezar, terminar, o que pus na “mochila” pego-a para sentir o seu peso diante do Senhor, na consideração simples e sincera da fé. O que me ocorre? O que constato? Rezo conforme sinto: louvo, agradeço, suplico, insisto...
Quem sabe poderei concluir a oração com sentimentos de total confiança, cantando “Se as águas do mar da vida quiserem te afogar, segura na Mão de Deus e vai”...
Faço memória, registrando no meu caderno de “anotações” as maravilhas que o Senhor operou em mim na estrada da vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário