11 de abr de 2013

POR QUE RELAXAR?

POR QUE RELAXAR?
“Quem é que deseja a vida e anseia por longos dias para saborear o bem? Preserva tua língua do mal, e teus lábios de palavras mentirosas. Evita o mal e faze o bem, busca a paz sem desistir”. (Sl 34,12-15)
Este trecho revela os segredos de uma vida feliz, santa e abençoada. O salmista escreve sob a inspiração do Espírito Santo.
Quando tu Me louvas e Me adoras com todo coração, acontece um milagre de beleza que reveste tua face, pois o louvor é benfazejo. O louvor embeleza tudo aquilo que toca, inclusive aqueles o oferecem. O louvor expulsa todo o medo. O medo atormenta (cf. 1 João 4,18), e por isso cria doenças. O medo provoca enfermidades, paralisa, envelhece e deforma a personalidade. Muitos são os que se gabam de sua coragem e bravura, e que são atormentados pelos medos secretos e íntimos, que eles nem reconhecem. Tais medos provocam a inquietação que causa tensão e desconfiança. A desconfiança é sinal de falta de amor, pois o amor expulsa a suspeita.
O relaxamento nos conduz ao silencio, à meditação, à contemplação e a contato profundo com o Criador, que vive permanentemente no mais profundo do nosso ser. Assim, acolhemos a sabedoria infinita, reconhecendo a dimensão divina.
Silenciemos um pouco e contemplemos a vida, que é um dom, uma graça, é o reconhecimento de Deus em nós mesmos.
“Deus vive em nós. Nós vivemos em Deus”
Somos seres espirituais. Quer maior grandeza que essa? E para tomar consciência da vida de graça, a verdadeira vida, precisamos acalmar o nosso físico, a nossa mente, e sentir a pureza da vida, a harmonia e o amor que existem no mais íntimo do nosso ser.
Assim, colocamo-nos a caminho para a verdadeira sabedoria, o caminho da fé, da graça e do amor.
Então, surge o crescimento interior, e o espiritual se faz presente, revela nosso potencial, o nosso poder interior unido com o poder de Deus.
Através do relaxamento, chegamos ao nosso intimo, no mais profundo do nosso ser, tendo acesso ao subconsciente. E, entrando em contato com nosso subconsciente, precisamos entender a sua linguagem que se faz através de imagens, uma linguagem simbólica, a qual não sabe o que é certo ou errado, não distingue a diferença entre uma experiência real e uma imaginada, ele simplesmente aceita todas as idéias que lhe enviamos.
Por isso, é importante pensar, falar, imaginar e agir positivamente para impregnar-se apenas do que é bom e verdadeiro e, assim, determinar o presente e o futuro com sucesso, harmonia e amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário