23 de nov de 2010

A VITÓRIA É NOSSA

 Um dia, o famoso filósofo Diógenes jantava um prato de lentilhas, quando o viu outro filósofo, Aristipo que levava vida boa e confortável sempre adulando o Rei. Aristipo disse-lhe: “Se aprendesses a bajular o Rei, não te seria nunca necessário comer um lixo como lentilhas.” Por sua vez Diógenes lhe diz: “Tu também, se tivesses aprendido a alimentar-te sempre de lentilhas, não te seria nunca necessário passar a vida bajulando o Rei.”
Para continuar a ler clique abaixo.

 Nos Estados Unidos 33 milhões de pessoas vivem abaixo da linha de pobreza. Estas condições de vida não são nada comparadas às pobrezas de outros países, em estado de miséria. Para aliviar esta situação, nós devemos seguir as palavras de Agostinho e Inácio de Loyola: “Faça o que puder e Deus fará o resto.” Milhares de voluntários trabalham dia e noite para elevar a vida dos menos favorecidos. Muitos lutam pelas crianças em situações de risco nas ruas; outros com alcoólatras e toxicômanos de ambos os sexos procurando dar uma solução para este terrível buraco negro de nosso planeta.
 Estamos melhorando e melhorando! A vitória é nossa! A Divina Majestade tira “bom do bom” e “bom do mal”. Deus está sempre do nosso lado!
 Lembre-se que até no tempo de Cristo a mulher de uma maneira geral era considerada um objeto; não havia nenhuma igualdade com os homens. Hoje em dia na Alemanha uma senhora é a primeira Ministra. Nos Estados Unidos, uma mulher afro americana é Secretária de Estado e outra ainda foi eleita para a mesma posição juntamente com um Presidente afro americano. Destaco afro-americano porque há 50 anos, pessoas como este Presidente eleito, não podiam entrar nos mesmos hotéis com os brancos. Graças a Deus estamos avançando rapidamente e procurando “novos céus e novas terras em justiça.”  Sabe-se que logo iremos ler em todo lugar “A Paz é fruto da Justiça”. Lembraremos o texto bíblico: “Observai os corvos: eles não semeiam nem colhem, não têm adega nem celeiro; e Deus os alimenta. Quanto mais valeis vós do que os pássaros!” – “Observai os lírios do campo: eles não fiam nem tecem; ora, eu vos digo: o próprio Salomão, em toda a sua glória, jamais se vestiu como um deles.”
 Podemos solucionar o problema da pobreza e o respectivo sofrimento humano. Colocamos o homem na Lua; inventamos o computador que dirige nossos aviões; estamos explorando o planeta Marte. Vamos usar esta nossa força, nossa mente e nossa capacidade para elevar a situação dos menos privilegiados. Temos em nossas mãos a solução, que é trabalharmos em conjunto.
 Num jogo de futebol as formigas estavam perdendo. Quando a centopéia afinal colocou todos os seus sapatos nos pés e entrou com elas, ganharam facilmente. Vamos andando juntos para a vitória!

Nenhum comentário:

Postar um comentário