15 de jan de 2015

A LESMA E O TEMPO

Continuamos a meditar sobre a vida de Santo Inácio de Loyola, fundador  dos Padres e irmãos de Jesus (os Jesuítas)

A Lesma e o Tempo

Ajuntaram-se, um dia, os animais numa assembléia a fim de se queixarem de que os homens tiravam tudo deles.
“Tiram de mim meu leite”, disse a vaca;
“de mim os ovos”, disse a galinha;
“de mim a carne, para fazer a linguiça”,
Disse o porco grunhindo e até a baleia:
“e a mim me caçam para tirar meu óleo.”
E assim por diante, até que veio a lesma:
“Eu tenho algo que os homens gostariam de ter ou tirar, se eles pudessem, algo que eles gostam doidamente e existe em mim sobrando: eu tenho TEMPO.

Você tem tempo, todo o tempo do mundo... É só questão de dar tempo a si mesmo! Que coisa o impede? “Jerusalém será pisada pelos gentios até que os tempos dos gentios se completem” (Lc 21,24)
Com tempo, quando Inácio saiu da cama, começou sentir-se bem. Nunca se recuperou completamente. Andava em casa mentalmente, diferentemente. Pensava e orava muito. Inácio falou: “ Meu irmão e os outros da família notaram que eu estava mudado. Comecei a ter gosto em contemplar o céu e as estrelas. Passei a anotar num grosso caderno de trezentas folhas as palavras de Cristo e as de Nossa Senhora com tintas de cores diferentes, caprichando na caligrafia, pois eu tinha aprendido a escrever com boa letra. Decidi ir a Jerusalém. Mas demorei. Qual seria o caminho? Talvez seria melhor entrar num mosteiro? Meu irmão começou a pressentir algumas coisas e me pressionou. Mas fui adiante. Vocês até podem duvidar do que vi e vivi, mas eu não posso, pois a semente virou árvore, e ela está dando fruto até hoje... Você sabe: pelos frutos se conhece a árvore.”
Jesus disse: “ Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” (João 10,10)
Com tempo a árvore de Inácio nos deu o santo Papa Francisco, o Papa do povo.


Lema

O que é o tempo? Deus dando-me tempo, oportunidade, para, ao longo do tempo, construir e preparar a minha eternidade.
Dádiva de Deus, a vida é inquestionavelmente nosso dom supremo e maior, uma chance preciosa a ser valorizada com sabedoria, bom-senso e maturidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário