12 de nov de 2011

ESCRITURAS

O Primeiro Livro de Macabeus é uma reflexão do Judaísmo contra Helenismo. Antes, no livro de Sirácida (Eclesiástico), o autor queria convencer os jovens da importância da Lei de Moisés e do Deuteoronomismo. O Primeiro Livro de Macabeus foi escrito um século antes do nascimento de Jesus. Os Macabeus entraram numa guerra porque Antíoco IV Epífanes começaram as “abominações de desolação”, até construiu um altar para Zeus no Templo. Tentou acabar com a prática do Judaísmo. Uma família, cujo pai era Matatias, combateu Antíoco com força (167 A.C.). O seu filho, Judas, continuava a guerra. Depois dele foi Jônatan (164 – 162 A.C.), Simão (142 – 134 A.C.) e finalmente o famoso João Hircano I (134 – 105 A.C.). Seu filho, Aristóbulo I (104 A.C.), um traidor, gostava do Helenismo e pôs sua mãe e seus irmãos na cadeia, aonde sua mãe viera a falecer, pois não tinha o que comer lá. Finalmente, a cultura grega se estabeleceu. Os Macabeus são considerados como observadores da lei. O Primeiro Livro de Macabeus mostra que as vitórias são por causa da ajuda de Deus. Os Macabeus, uma família, embora perdendo sua vida, mostram que Deus é fiel e dá a vida eterna àqueles que seguem as suas leis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário