17 de jun de 2011

MULHERES DA BÍBLIA

Foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos. Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com ele. Então Maria, tomando um arrátel de ungüento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do ungüento. Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: Por que não se vendeu este ungüento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?” (Jo 12,1-5) [...] Jesus porém disse: “Deixa-a! Que ela o guarde em vista do meu sepultamento”. Esta cena de unção em Bethânia é o gesto de amor feito por Maria. É completamente diferente da reação de Judas Iscariotes, que cuidava do dinheiro. Contrasta completamente as idéias divinas das ações mundiais. Conhecendo uma pessoa que prefere servir Deus, ao invés de álcool e outras drogas, ligue para Sueli: (19) 3794-2504.

Nenhum comentário:

Postar um comentário