3 de jul de 2013

SURPRESAS

“Não tem medo de notícias más, seu coração é firme, confia no Senhor” (Sl 112,7-12).
Acalmo-me! Valho-me novamente da minha respiração para pacificar-me Sinto a temperatura do ar que passa pelas narinas. Quente? Frio? Tomo consciência dos movimentos que se produzem no meu corpo, nos pulmões, no diafragma... Aquietando-me, procuro entrar no meu “eu” mais profundo. Procuro dispor-me à comunicação com Deus neste silêncio. Posso imaginar que cada inspiração de ar corresponde ao desejo de Deus de dar-se a mim... E que cada expiração expressa o meu desejo de me entregar a Ele, com tudo o que tenho e sou...
A mudança na vida de Saulo, atesta que ele era um amigo de Deus, com seus bons sentimentos e pensamentos de Saulo, porque pelos frutos se conhece a raiz da árvore. A árvore boa dá bons frutos (Mt 7,16-17). Saulo foi convertido, falou “SIM” ao Senhor Jesus;
Como Saulo se tornou São Paulo sem esperar, assim também foi a vocação de Mateus, que deixou o seu posto fiscal e o seu dinheiro, atendendo, na hora, o chamado de Jesus, que passava (Mt 9,9-11); ou a imensa consolação de Zaqueu, que perdeu o seu apego ao dinheiro e à posição social para acolher Jesus e o Evangelho da Salvação (Lc 19,2-10).
Deste modo, o Evangelho confirma tantas autênticas consolações que recebemos na vida: dons vindos sem que sequer estivéssemos pensando, desejando, esperando por eles.
Visite a “rua da sua vida”, mão na mão de Jesus, o Mestre, e recupere na memória estes momentos de gratas surpresas, cujos frutos você colhe, agradece e põe a serviço dos demais e do Povo de Deus.
Lembrete:
Dou essa sugestão para uma pausa diária para você se fazer presente a Deus, aos irmãos, à vida.
Começar invocando o Espírito Santo, pedindo luz para acolher suas inspirações e recusar as tentações, seduções e insinuações do mal!
A nós descei, divina Luz! A nós descei, divina Luz! Em nossas almas acendei o amor, o amor de Jesus! O amor, o amor de Jesus!
Agradecer, reconhecendo o que aconteceu de bom em mim, nos/as irmãos, no mundo...
O que percebo que pensei, fiz ou promovi de bom, de útil, de evangélico neste dia?
O que testemunhei nos outros e que foi bondade, generosidade?
O que soube dos acontecimentos de minha comunhão, cidade, país, outros país, outros países que foi de valor positivo para o Reino de Deus?

Nenhum comentário:

Postar um comentário