17 de fev de 2015

DEFEITOS

Defeitos

 Há uma frase encantadora no Novo Testamento, quando Paulo, falando do amor, diz: O amor não guarda rancor.” Digo às vezes às pessoas: “Vocês vão ficar muito desapontadas quando chegarem lá em cima e descobrirem que não há pecado que não possa ser perdoado por Deus.”
  Certa vez, uma mulher que supunha estar tendo visões de Deus foi aconselhar-se com o Bispo. Ele recomendou:
  – A senhora pode estar acreditando em ilusões. Deve entender que, como Bispo da diocese, sou eu quem pode decidir se suas visões são verdadeiras ou falsas.
  – Sim, Excelência.
  – Essa é minha responsabilidade, é meu dever.
  – Perfeitamente, Excelência.
  – Então, a senhora deverá fazer o que eu mandar.
  – Farei, Excelência.
  – Então escute: da próxima vez em que Deus lhe aparecer, como diz que aparece, a senhora fará um teste, pelo qual saberei se é realmente Deus.

  – De acordo, Excelência. Mas qual é o teste?
  – Diga a Deus: “Por favor, revele-me os pecados pessoais do senhor Bispo.” Se for Deus que lhe aparece, ele lhe revelará meus pecados. Depois volte aqui e me conte, e a mais ninguém. Está bem?
  – Assim farei, Excelência.
  Depois de um mês, ela pediu para entrevistar-se com o Bispo, que lhe pergunta:
  – Deus lhe apareceu de novo?
  – Creio que sim, Excelência.
  – Fez-lhe a pergunta que mandei?
  – Certamente, Excelência.
  – Que disse Deus?
  – Deus me disse: “Vá comunicar ao Bispo que me esqueci de todos os pecados dele!”
  Que tal essa? Nenhum livro onde apontar os pecados. Sabem de uma coisa? Deus não matém nenhum registro, nenhum catálogo. Ele nos vê no momento presente e nos envolve com um amor insuperável.
  Este livro não foi escrito para ser lido; foi composto para despertar. Dentro de suas páginas (não exatamente nas palavras impressas, nem nas estorinhas... mas no seu espírito e na sua atmosfera) está latente uma sabedoria que a linguagem humana não consegue expressar. À medida que você for lendo página por página, lutando com a linguagem crítica e misteriosa do Mestre, é possível que, sem perceber, acabe descobrindo, casualmente, a grande lição do silêncio que está emboscada em cada linha deste livro... Se tal acontecer, você vai acordar! E, acordando, será transformado.
  Este é o sentido da sabedoria: ser transformado sem o menor esforço da sua parte. Simplesmente pelo fato de acordar a realidade, que não está nas palavras: está fora do alcance de todas as palavras.

Lema

  Cuidado: tome estas pílulas de sabedoria – estas estórias – em doses pequenas. Uma dose excessiva diminui a força transformadora  delas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário