29 de out de 2011

ESCRITURAS

O livro de Judite foi escrito no segundo século, depois do livro de Tobit. A estória responde a uma nova crise quando Antíoco IV Epífanes conquistou a Síria e a Palestina. Este rei, além de impor a cultura Helenística, tentou acabar com as leis judaicas como a circuncisão e suas comidas típicas. A sua perseguição está escrita no Primeiro e Segundo Livros de Macabeus (Lembremos: a história da mãe e seus sete filhos que foram mortos de uma maneira terrível, assassinados pelo Rei Antíoco IV (2 Mc 7,1-42)). Na estória, Holofernes queria conquistar Betúlia. Os líderes tinham grande medo. Judite, uma viúva santa, muito rica e influente, insistiu para que os betulianos ficassem firmes. Tinham que rezar e se prepara para a guerra. Ela mesma tinha um plano. Usou a sua beleza para conquistar o exército de Nabucodonosor. A estória mostra como a beleza de uma mulher santa pode ser usada para destruir um exército hostil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário