25 de out de 2011

ESCRITURAS

O ambiente para os livros de Esdras e Neemias é um período de 200 anos, quando Cyrus, rei da Pérsia (o atual Irã), liberta o povo de Deus da Babilônia (530 A.C.). Os dois grandes rios Tigres e Eufrates correm nos territórios babilônicos. Nem todos os Judeus voltaram para Judá, na parte sul da Palestina. Muitos deles tinham construído a sua vida bem, nos territórios entre os dois rios. O Livro mostra a liderança de Esdras e Neemias quando os primeiros exilados voltaram à Judá e reconstruíram o Templo sob o comando de Zorobabel e Josué (558-515 A.C.). Depois reconstruíram os muros de Jerusalém (445-398 A.C.). Existia uma tensão com os Samaritanos que antes foram capturados pelos Assírios (721 A.C.) e quando foram libertos, casaram-se com as Mulheres Assírias. Adoraram também os ídolos destas estrangeiras. Por esta razão, os Judeus não deixavam os Samaritanos ajudar na construção do Templo. Esta inimizade continuou até a época de Cristo, e terminou quando o General Romano Tito destruiu Jerusalém. Os Livros de Esdras e Neemias foram escritos no 5º século A.C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário