17 de set de 2011

ESCRITURAS

 A Douay-Rheims versão das Escrituras era exclusivamente a Bíblia autoritária na Igreja Católica até 1943 quando o Papa Pio XII escreveu “Divino Afflante Spiritu” pedindo os peritos para voltar aos manuscritos na linguagem original querendo produzir novas traduções. Agora só no Brasil tem algumas 23 versões da Bíblia. Uma das traduções melhores é a Bíblia de Jerusalém (1954). Cada tradução tem pontos positivos e negativos. É difícil dar uma boa tradução as palavras de outras línguas. De vez em quando perde o sentido original da Bíblia quando os peritos tentam por as Escrituras na língua comum da rua. Os peritos devagar estão usando metodologias melhores para dar “a palavra de Deus” ao povo de Deus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário