31 de jan de 2012

ESCRITURAS

A família vai viajar para a Suíça por três dias. Eles gastam meses planejando as férias e, quando chegam, perdem a maior parte do tempo planejando a viagem de volta. Quando estão na Suíça, em vez de aproveitar aquele cenário deslumbrante, EME vez de respirar a atmosfera, ocupam-se em tirar fotografias para mostrar aos amigos. Fotografias de lugares que nunca estiveram. Estiveram fisicamente, mas nãos estavam lá, estavam em outro lugar. Férias irreais, vida irreal! Vivemos numa cultura futura. A cultura do amanhã. Amanhã, serei feliz; amanhã, viverei. Assim que eu chegar ao ginásio, vou viver; quando estiver na universidade você dirá: “Quando me casa, viverei”. Depois que você estiver casado: ”Bem, quando as crianças crescerem, vou viver”. Quando as crianças estiverem grandes, você não vai saber o que significa viver! E muito provavelmente vai morrer sem ter vivido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário